Mulher descobre mentira do marido e se vinga de um jeito muito inteligente: “cansei”

Acusada de privá-lo dos direitos, esposa teve pulso firme e foi aplaudida na internet

Gabriella Licia -
Após muitas discussões e acusações, mulher escolheu melhor vingança para ensinar a lição ao esposo. (Foto: Reprodução)

Uma mulher recorreu ao Reddit para desabafar sobre a decepção que vivenciou com o marido após descobrir uma mentira dele e foi bastante apoiada por internautas.

Com perfil anônimo, ela explicou que o esposo teria contado sobre a demissão em um supermercado que trabalhava e ainda mencinou estar chateado, mas que daria um jeito nisso enquanto a moça arcaria com as dívidas.

Sem muitas alternativas, a mulher apoiou o companheiro, assumiu todas as contas da família, enquanto o marido ficava em casa ‘procurando por um novo emprego’.

Era o que, pelo menos, ela pensava. A usuária explicou que se passaram longos três meses e o parceiro não havia voltado a trabalhar em lugar algum. A decisão dela foi falar com o ex-chefe e entender melhor a situação.

“Conversamos sobre ele e eu mencionei sobre a demissão, ao que ele me olhou de forma confusa e afirmou que ‘não foi bem assim’”, comentou no post.

“Segundo ele, meu marido pediu demissão após um longo discurso sobre como estava ‘doente e cansado’ de trabalhar no supermercado e ainda afirmou que nunca mais trabalharia neste ramo”, continuou a mulher.

Com a verdade à tona, ela confrontou o marido, que logo confessou a versão do ex-patrão e explicou que gostaria de iniciar os estudos. “Disse que estava cansado de trabalhar para pessoas rudes e detestáveis que não o respeitam”.

No entanto, para dar procedencia ao plano dele, a esposa teria de assumir as despesas dos estudos também, já que ele não estava trabalhando, como se fosse um investimento para o futuro.

A resposta foi negativa de imediato e, como vingança, a moça ainda cortou a internet da casa, deixando o homem irritado por não poder passar mais o dia deitado navegando pela redes.

Com isso, o desempregado acusou a parceira de “privá-lo de seu direito de usar a internet”, mas foi refutado. “A internet é um privilégio e não um direito”.

Os usuários da rede se solidarizaram com a história da internauta e apoiaram, afirmando que ele foi desonesto e folgado.

“Ele agiu da forma errada, deveria ter conversado com você antes de sair do emprego para que juntos pudessem descobrir uma forma de fazer isso sem se prejudicar”, afirmou um.

“Repense seu relacionamento! Veja se vale a pena dar uma chance a seu marido ou não”, finalizou outro.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.