6 sensações que todo mundo tem quando beija e nem sempre percebe

Várias coisas acontecem no corpo nesse momento de intimidade e dar um bom beijo faz até perder umas calorias

Anna Júlia Steckelberg -
6 sensações que todo mundo tem quando beija e nem sempre percebe
Pantanal, novela da TV Globo. (Foto: Reprodução)

Sabe quando a gente beija alguém e nos sentimos nas alturas? Saiba que isso não é coisa da sua cabeça, é real!

Um beijo bem molhado, carregado de paixão e calor é capaz de transformar toda a química do nosso corpo, sem nos causar mal ou nos prejudicar.

E, acredite, os efeitos em nosso corpo de um bom beijo de língua podem ser comparados com o uso de drogas. Acompanhe!

6 sensações que todo mundo tem quando beija e nem sempre percebe

Casal do filme ‘No jogo do amor’. (Foto: Reprodução)

6 sensações que todo mundo tem quando beija e nem sempre percebe:

1. As bochechas ficam rosadas

Quando beijamos alguém, usamos muitos músculos faciais, ou seja, o beijo funciona como uma espécie de treino que tonifica o rosto.

Para termos uma ideia, em média, queimamos 26 calorias por minuto de beijo. Além disso, o beijo aumenta o fluxo sanguíneo no rosto.

Assim, além de deixar nossas bochechas coradas, ele estimula a produção de colágeno e elastina, o que também pode ajudar a deixar o rosto mais jovem.

2. As pupilas dilatam

Alguns estudos têm demonstrado que, após um momento de toque, carinho e beijo, nossas pupilas se dilatam e o olho fica quase que totalmente preto, do tamanho da íris.

Isso, talvez, até pode explicar porque muitas pessoas fecham os olhos durante este momento com uma pessoa especial.

3. Respiração fica descontrolada e intensa

Sabe aquele beijão quente e cheio de química? Pois é, ele ativa cinco dos doze principais nervos cranianos que passam por diversas partes do nosso rosto.

Isso explica as bochechas rosadas e produção de colágeno. Mas, além disso, um beijo provoca algumas mudanças em nosso corpo devido a adrenalina correndo no sangue.

Por isso, sentimos aquele “friozinho na barriga” e aquele acelerar incontrolável do coração e da respiração, que parecem também quando estamos ansiosos ou correndo uma maratona.

4. Dilatação dos vasos sanguíneos

Toda essa adrenalina correndo em nossa corrente sanguínea gera uma dilatação dos vasos sanguíneos, isso faz o cérebro receber mais oxigênio que o normal.

E, acredite, isso modifica toda a funcionalidade do órgão, mudando sua química e trabalho.

5. Libera neurotransmissores

Um beijo na boca age como uma “droga”, estimulando a excessiva liberação de neurotransmissores, que fazem a comunicação entre células excitáveis.

Esse descontrole dos impulsos nervosos fazem a cabeça ficar confusa, assim, em uma tentativa de tentar entender o que está acontecendo, o cérebro realiza bilhões de pequenas conexões nervosas com outras partes do corpo.

Por exemplo, glândulas, coração, vísceras, língua, músculos faciais, lábios e pele. É daqui que vem a sensação de estar nas alturas.

6. Libera dopamina

Por último, uma das mais importantes substâncias envolvidas quando a gente beija é a dopamina, que nos dá a sensação de motivação e prazer, além de sempre querer mais!

Siga o Portal 6 no Instagram: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.