Pagamento retroativo de R$ 1.100 está disponível para milhares de brasileiros; consulte se você tem direito

Pagamento é referente aos valores esquecidos do abono salarial e pode variar de acordo com o período de tempo trabalhado

Isabella Valverde -
Pagamento retroativo de R$ 1.100 está disponível para milhares de brasileiros; consulte se você tem direito
Trabalhadores brasileiros podem receber o pagamento retroativo do abono salarial de 2019. (Foto: Reprodução)

Um dinheiro extra é sempre muito bem vindo, mas o que poucos sabem é que um pagamento retroativo de R$ 1.100, dos valores esquecidos do PIS\Pasep está disponível para milhares de brasileiros.

O valor disponibilizado é referente ao benefício anual do abono salarial, voltado exclusivamente para aqueles que tiverem trabalhado em 2019 e ainda não receberam.

Os beneficiários podem receber de R$ 92 e R$ 1.100, podendo variar para cada pessoa de acordo com o período de tempo trabalhado naquele ano.

No caso do PIS, o benefício é repassado pela Caixa Econômica Federal apenas para trabalhadores que tiverem atuado no setor privado.

Já no caso do Pasep, o valor é pago para todos aqueles que atuarem profissionalmente no setor público e é realizado por meio do Banco do Brasil.

No entanto, nem todos os brasileiros possuem o direito de receber este abono salarial. Por isso, separamos os requisitos para ajudar a entender se você possui esse valor esquecido.

Pagamento retroativo de R$ 1.100 está disponível para milhares de brasileiros; consulte se você tem direito

Algumas regras delimitam quem pode ou não ter acesso ao recebimento do pagamento retroativo referente a quantia esquecida em 2019 do PIS/Pasep.

Primeiramente, para estar apto, é necessário que o trabalhador tenha recebido, em média, até no máximo dois salários mínimos durante o ano de 2019.

Outro requisito exigido para se ter direito ao benefício é ter trabalhado, de forma remunerada e com a carteira assinada, por no mínimo 30 dias naquele período.

Além disso, também terão direito ao abono salarial aqueles que já estivessem inscritos no PIS/Pasep pelo período mínimo de cinco anos, inclusive em 2019. Assim como os que tiveram os dados atualizados na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) na categoria adequada em que atua, pelo próprio empregador.

Se encaixando em todos os requisitos, o trabalhador pode telefonar para o número 158, ou acessar o aplicativo Carteira de Trabalho Digital para confirmar se realmente possui algum valor esquecido para receber.

Como realizar o saque do pagamento? 

Após a confirmação do direito, se o trabalhador realmente possuir alguma quantia a ser recebida, basta levar um documento oficial com foto e realizar o saque em alguma unidade do  Ministério do Trabalho.

Ou então, encaminhar um e-mail para o endereço eletrônico [email protected], trocando o “uf” pela sigla do Estado em que vive, como por exemplo “go”.

Siga o Portal 6 no Instagram por meio do perfil: @portal6noticias e fique por dentro de todas as novidades!

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade