Papa pede aos casais para não fazerem “aquilo” antes do casamento e explica o porquê

Recomendação de Francisco está presente em documento lançado pelo Vaticano

Da Redação -
Papa Francisco faz recomendação aos casais. (Foto: Daniel Marenco/Folhapress)

O Itinerário Catecumenal para a Vida Matrimonial, lançado na semana passada pelo Departamento para Leigos, Família e Vida do Vaticano, pede aos casais que mantenham a castidade até o casamento.

O prefácio é do próprio Papa Francisco. O texto está disponível em idioma italiano e espanhol, o escrito promete auxiliar o cotidiano de diversas famílias cristãs no mundo.

O pontífice defende que cabe à Igreja promover “a preciosa virtude da castidade, que agora está num rotundo contraste com a mentalidade comum”.

Francisco segue afirmando que “a castidade deve apresentar-se como uma autêntica aliada do amor, não sua negação”. O papa diz que esta posição é uma forma privilegiada de aprender a respeitar a individualidade e a dignidade do outro, sem subordiná-lo aos próprios desejos”.

O documento ainda argumenta que manter-se casto até o casamento “ensina os recém-casados os tempos e os caminhos do amor verdadeiro, delicado e generoso e os prepara para o autêntico dom de si mesmos que se viverá durante todo o matrimônio”.

Papa Francisco prossegue dizendo que a castidade “tem uma dimensão positiva muito importante de liberdade da posse do outro, em termos físicos, morais e espirituais” e que, para os casados, “preserva-os de qualquer manipulação e ensina, em qualquer estado da vida, a ser fiel à verdade do próprio amor”.

O pontífice aponta ainda que esperar o casamento para ter relações sexuais permite ao casal amadurecer gradual e profundamente.

“Quando a dimensão sexual-genital se converte no elemento principal, senão o único que mantém um casal unido, todos os demais aspectos, inevitavelmente, passam a um segundo plano o se obscurecem e a relação não progride.

O itinerário foi lançado num ano dedicado à família pelos cinco anos da exortação apostólica de Amoris Laetitia, que ressalta a vida familiar.

A proposta apresentada pelo caminho sacramental nesse âmbito foi estruturada nas seguintes etapas: preparação para o casamento (remoto, próximo e imediato); a celebração do casamento; o acompanhamento dos primeiros anos de vida conjugal).

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade