Estamos há 100 dias da eleição e Anápolis não pode permitir o vale tudo por votos

José Fernandes -
(Foto: Arquivo Pessoal)

Nessa semana, terminamos as sessões ordinárias na Câmara de Vereadores do semestre. Uma das últimas matérias aprovadas, foi encaminhada pelo Sr Prefeito em REGIME DE URGÊNCIA. Trata-se de uma permuta (troca) de área pública por outra privada. Nessa transação, a cidade saiu prejudicada e o empresário beneficiado e feliz, porque teve seu patrimônio valorizado ao incorporar a área pública ao seu imóvel.

Apesar de ser aprovado pela maioria, quero cumprimentar os colegas que foram contrários a esse projeto que atinge o interesse coletivo e passa despercebido pela maioria.

Estamos há 100 dias de mais uma eleição, e não podemos permitir um “vale tudo por votos”.

Quero deixar um apelo a todos que estão lendo esse artigo. Acompanhem as atividades dos políticos. Enxerguem os interesses escondidos atrás de cada ação.

Em Anápolis por exemplo, tivemos um aumento de mais de 20% do IPTU há poucos meses. Alguns contribuintes tiveram quase 80% a mais, com a correção e o aumento.

Também mais servidores, no mesmo dia em que aumentaram o IPTU. Hoje temos mais cargos comissionados que a cidade de Goiânia.

O contribuinte está pagando o salário de agentes que baterão na sua porta pedindo voto.

No Brasil, teremos R$ 5 bilhões para o Fundão Eleitoral. Em 2021, investimos R$ 1,6 bilhões em educação e R$ 415 milhões em saneamento.

Um país que escolhe gastar mais em santinho do que em saneamento educação, não tem como prosperar.
Uma cidade que escolhe permutar áreas públicas sem vantagens para o coletivo, e escolhe aumentar impostos para contratar mais cabos eleitorais, não tem como prosperar.

Insisto no que venho dizendo há meses…

Anápolis precisa dos anapolinos.

É isso.

José Fernandes é médico (ortopedista e legista) e bacharel em direito. Atualmente vereador em Anápolis pelo PSB. Escreve todas às sextas-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade