Atriz da Globo que estava grávida revela porque doou filho para a adoção

Gestação havia sido revelada por colunista e ela veio a público explicar o que aconteceu

Aglys Nadielle -
Atriz Klara Castanho (Foto: Reprodução/Instagram)

A atriz Klara Castanho, de 21 anos, publicou na noite deste sábado (25), uma carta aberta em seu perfil do Instagram falando sobre a polêmica que estava sendo comentada na última semana.

Ela começou a ser atacada na internet após o colunista Léo Dias, do Metrópoles, contar uma história de uma garota que trabalhava na emissora Globo e que teria entregado o filho para adoção, sem citar nomes, mas que indicava ser a jovem

No comunicado, a artista confirma que a notícia que acabou vindo à tona, realmente era sobre ela. O relato conta momentos difíceis que a moça passou nos últimos meses, após ter sido violentada sexualmente e descobrir estar grávida do agressor.

“Esse é o relato mais difícil da minha vida. Pensei que levaria essa dor e esse peso somente comigo… No entanto, não posso silenciar ao ver pessoas conspirando e criando versões sobre uma violência repulsiva e de um trauma que sofri. Fui estuprada”, contou.

De acordo com a publicação, a situação aconteceu quando a jovem estava em outra cidade, sem a família e amigos por perto. Sem saber o que fazer, a única decisão tomada foi tomar uma pílula do dia seguinte.

Klara conta que não teve forças de registrar um boletim de ocorrência após a situação traumática. “Tive muita vergonha, me senti culpada. Tive a ilusão de que se eu fingisse que isso não aconteceu, talvez eu esquecesse, superasse”, relatou.

Ela então, voltou para casa e tentou levar uma vida normal, mas já não era possível. A artista afirma que deixou de confiar nas pessoas e até mesmo de ter um sono tranquilo a noite.

“Meses depois eu comecei a passar mal, ter mal-estar. Um médico sinalizou que poderia ser uma gastrite, uma hérnia estrangulada, um mioma. Fiz uma tomografia e, no meio dela, o exame foi interrompido às pressas. Fui informada que estava gerando um feto no meu útero”, disse.

A gravidez foi descoberta já em estado avançado e Klara não teve tempo de processar todas as informações. A atriz contou que não havia sentido nenhuma alteração no corpo durante toda a gestação, nem mesmo a barriga havia crescido.

Após a descoberta, a jovem decidiu procurar uma advogada e tomou a decisão de fazer a entrega direta pra adoção, passando por todos os trâmites legais. “Eu não tenho condições emocionais para dar a essa criança o amor, o cuidado e tudo que ela merece ter”, ressaltou.

No relato, a moça afirma ainda que a atitude foi feita pensando na vida e futuro da criança, que segundo ela, merece ser criada por uma família que não tenha as lembranças de um ‘fato tão traumático’.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade