Turismo em Goiás cresce três vezes mais que a média nacional

Presidente da Goiás Turismo acredita que flexibilização das restrições contra Covid-19 e regionalização impulsionaram o segmento

Emilly Viana -
Cachoeiras são destaque nos destinos turísticos goianos após a flexibilização de restrições. (Foto: Divulgação/ Goiás Turismo)

Goiás registrou a maior alta nas atividades turísticas entre os estados no país, após o crescimento de 8,3%. O número superou em três vezes a média nacional, de 2,5%.

Os dados são de abril e foram comparados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aos registros do mês anterior. No estado, o acumulado do ano está em 36,3% de crescimento.

A pesquisa aponta, ainda, que os turistas gastaram mais em alojamento, alimentação e transporte, respectivamente. Além disso, os segmentos que tiveram movimento foram aqueles ligados aos serviços de transporte e de alimentação, como bares e restaurantes.

Ao Portal 6, o presidente da Agência Estadual de Turismo de Goiás (Goiás Turismo), Fabricio Amaral, atribui o resultado à flexibilização das medidas sanitárias contra a Covid-19 e regionalização.

“Neste momento de abertura, muitas pessoas buscaram os destinos goianos. A decisão de investir nos atrativos e fornecer linhas de crédito era, portanto, para manter o goiano aqui e trazer os turistas de fora”, afirma.

Ele também acredita que os carnavais foram de época contribuíram com o crescimento. “Com a vacinação e a queda de casos, houve esse movimento no interior que deu um start para outros eventos”, avalia.

Agora, o foco é o cronograma de festivais gastronômicos e a temporada do Rio Araguaia. “Embora seja um período eleitoral, de muitas restrições em relação a recursos, vamos seguir nas parcerias com os municípios para dar suporte aos turistas e garantir à volta aos locais”, pontua.

Caminho de Cora

A perspectiva, segundo o presidente da Goiás Turismo, também é de investimento no ecoturismo no estado. Uma das prioridades neste sentido é a finalização das intervenções no Caminho de Cora Coralina.

O trajeto tem mais de 300km e passa por cinco cidades históricas e oito povoados, além de mais de 20 igrejas, inúmeras cachoeiras e parques.

“Até agosto teremos finalizado as mudanças. Depois, a aposta vai ser o Caminho dos Veadeiros, em desenvolvimento pela pasta”, aponta.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.