Anitta diz que explicou a Lula qual estratégia seguir para ganhar a eleição

Recentemente cantora declarou apoio ao petista

Folhapress -
anitta
(Foto: Folhapress)

Após anunciar que vai apoiar o ex-presidente Lula nas próximas eleições para presidente, Anitta comentou sobre as conversas que teve com o petista. Em entrevista a jornalistas portugueses, a cantora confirmou que falou com o político antes de se posicionar ao lado dele contra o atual presidente Jair Bolsonaro, do Partido Liberal.

“Conversei com o Lula inclusive antes. Falei: ‘Olha, Lula, eu nunca fui petista, nunca votei em você. Porém, nessas eleições, estarei ao seu lado, apoiando, se quiser apoio em mídias sociais, que eu entendo bastante, TikTok, essas coisas, vou apoiar. Expliquei para ele a estratégia de marketing que eu acredito que funcione para virar”, ela afirmou, em vídeo que circula nas redes sociais.

Anitta também afirmou que disse a Lula que “não dá para ser querido por todos”. “O que dá é para abrir os olhos das pessoas de que a única opção no momento é essa, que é o meu caso. Queria que fosse diferente, mas não dá para ser. No próximo ano, a gente luta pelos ideais que a gente acredita. Mas neste ano, acho que a luta principal é manter um ambiente seguro para os LGBTQ, para as travestis, trans, para as outras religiões.”

A cantora citou episódios de intolerância religiosa como motivadores da decisão de apoiar Lula. “Sou do candomblé, por exemplo. A quantidade de terreiros incendiados no Brasil, a intolerância religiosa. Acho que, primeiro, neste momento, a gente tem que lutar para isso. E aí na próxima eleição a gente pensa nos ideias que de fato a gente acredita”, ela disse.

No último fim de semana, Anitta reafirmou que não se considera petista e disse que não autoriza o uso da sua imagem pessoal para beneficiar o PT, o Partido dos Trabalhadores, e seus políticos. A declaração veio depois que ela declarou seu apoio a Lula na eleição presidencial.

O próprio ex-presidente respondeu a cantora na rede social. “Anitta, de fato você só declarou seu apoio por mim e sei que não é petista. O PT tem milhões de militantes, simpatizantes e também tem gente que não gosta do partido mas mesmo assim está conosco nesta caminhada, porque precisamos que o Brasil volte a ter democracia e paz”, escreveu Lula.

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade