Médica anapolina foi a escolhida por Anitta para coordenar cirurgia de endometriose

Procedimento foi realizado nesta quarta-feira (20) no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo

Gabriella Pinheiro -
Anitta e Ludhmila Hajjar. (Foto: Reprodução/ Redes Sociais)

A médica goiana Ludhmila Hajjar foi a profissional escolhida para cuidar do tratamento da cantora Anitta que, recentemente, foi diagnosticada com endometriose e terá que passar por uma cirurgia para amenizar os efeitos da doença no corpo.

No dia 07 deste mês, a dona do hit ‘Girl From Rio’ usou as redes sociais para revelar que sofre da inflamação há quase nove anos, mas que pensava se tratar de uma cistite de repetição, problema que causa incomodo na uretra e na bexiga. 

Durante o desabafo, a artista afirma que, nas diversas consultas feitas ao longo dos anos, os profissionais tratavam o problema como uma infecção por bactéria. 

Mas, após acompanhar o pai em uma internação e contar para Ludhmila as sobre as dores que sentia constantemente, a mulher recomendou que Anitta fizesse uma ressonância magnética, exame que revelou a endometriose. 

“A endometriose é muito comum entre as mulheres. Tem vários efeitos colaterais, em cada corpo de um jeito. Podem se estender até a bexiga e causar dores terríveis ao urinar. Existem vários tratamentos. O meu terá que ser cirurgia”, disse em um post.

Após a identificação da doença, a artista postou fotos com a médica nas redes sociais e agradeceu pelo diagnóstico da doença. 

“Minha gratidão”, escreveu. 

O procedimento foi realizado nesta quarta-feira (20) no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade