Saiba os benefícios da Pet Terapia para pacientes internados nos hospitais de Goiás

Terapia acaba de ser adotada pelo Hospital do Centro Norte (HCN), e já estava em curso em diversos outros.

Samuel Leão Samuel Leão -
Pacientes celebram a adoção da PET terapia no HCN. (Foto: Assessoria HCN/IMED)

Em Goiás, uma nova prática ganha espaço e arranca suspiros de internautas. O uso de cãezinhos por um hospital, para que os pacientes tenham um alívio da tensão do ambiente e exercitem o afeto, foi batizado de Pet Terapia e é uma tendência na medicina.

O projeto acaba de ser adotado pelo Hospital do Centro Norte (HCN), em Uruaçu, e já estava em curso em diversos outros. Na capital, o Hospital das Clínicas (HC-UFG), o Hospital da Criança e o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) já se valem da técnica.

Já em Aparecida de Goiânia, a prática pode ser encontrada no Hospital Municipal (Hmap). No caso do último integrante do grupo, o HCN, foram selecionados quatro cães, de nomes Otto, Maria-Pinga, Nescau e Cacau.

As fofuras já tem movimentado o dia-a-dia dos paciente com boas lambidas e carinhos. Na unidade, a criadora foi a Dra. Júlia Carolina e coordenação é feita pela terapeuta ocupacional Joilma Rodrigues.

Equipe e pacientes do HCN posa com os PET terapeutas. (Foto: Assessoria HCN/IMED)

Em um vídeo, feito para as redes sociais, ela relata a melhora na cognição, bem-estar físico, social, sensorial e emocional nos pacientes. Pontua também que os quatro animais foram selecionados em observação ao perfil comportamental para a atuação.

Além destas melhorias na estadia e até no quadro clínico dos pacientes, ela relata também benefícios aos acompanhantes e até aos funcionários da unidade. Segundo ela, o ambiente se torna mais humanizado e acolhedor, reforçando a esperança e a motivação de todos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.