Homicídios em Anápolis caíram mais de 80% em sete anos

Por mais que seja difícil algum dia zerar o índice de criminalidade, a constante redução é vista como uma grande evolução para a cidade

Publieditorial Publieditorial -
Grupo de Investigação de Homicídios, na sede da 3ª Delegacia Regional de Polícia Civil, em Anápolis. (Foto: Arquivo/Portal 6)

Com o trabalho em conjunto entre as diversas forças de segurança pública de Anápolis, os números de criminalidade vem reduzindo, aumentando a segurança da população. 

Uma prova disso é que nos últimos sete anos, o município registrou uma queda de aproximadamente 83% nos casos de homicídio. A soma leva em conta que em 2016, foram registrados 195 mortos pelo crime, enquanto até novembro de 2023, foram apenas 32 registros. 

Segundo dados do balanço operacional divulgado neste ano pelo Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), a queda começou a acontecer a partir de 2017 – ano em que a somatória  caiu de 195 – registrados no ano anterior – para 165. 

A constante redução pode ser percebida principalmente quando se analisa os números dos últimos anos, tendo em vista que 2018 fechou com 117 homicídios, 2019 com 100, 2020 com 60, 2021 com 55, 2022 com 45 e por fim, 2023 registrou até o momento somente 32 assassinatos.

O delegado titular do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) da Polícia Civil, Vander Coelho, explica que são vários os motivos que levaram a esta redução, sendo o principal o trabalho integrado que é realizado com as demais forças de segurança que atuam no município. 

No entanto, para além da parceria, os resultados obtidos também estão diretamente  relacionados com os investimentos na segurança pública, que permitem um atendimento mais eficiente. 

Por mais que seja difícil algum dia zerar o índice de criminalidade, a constante redução é considerada uma grande evolução para a cidade e Vander Coelho garante que o combate vai seguir firme para que a diminuição dos casos continue. 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade