Polícia investiga sumiço de Marcelinho Carioca; dois são detidos por suspeita de envolvimento

Ex-jogador foi visto pela última vez ao participar de um evento na tarde de domingo (17) na Neo Química

Folhapress Folhapress -
Imagem mostra ex-jogador Marcelinho Carioca. (Foto: Reprodução)

PAULO EDUARDO DIAS E LUCAS BOMBANA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Polícia Civil de São Paulo investiga o sumiço do ex-jogador de futebol Marcelinho Carioca. O atleta está desaparecido desde o domingo (17).

Policiais militares prenderam dois homens suspeitos de envolvimento no sumiço do ex-jogador. Segundo a Polícia Civil, ambos teriam recebido transferências bancárias que partiram da conta de Marcelinho Carioca.

Marcelinho Carioca foi visto pela última vez ao participar de um evento na tarde de domingo (17) na Neo Química Arena, na zona leste de São Paulo.

Nascido em 31 de dezembro de 1971 no Rio de Janeiro, Marcelinho Carioca estreou profissionalmente pelo time do Flamengo no final dos anos 1980, onde chegou a atuar entrando no lugar do ídolo Zico.

Nos anos 1990, foi negociado com o Corinthians, se tornando um dos principais jogadores do time. Recebeu o apelido de “pé de anjo” pelos gols precisos de falta, e é o quinto maior artilheiro da equipe, com 266 gols em 433 jogos.

Entre os principais títulos conquistados pelo ex-jogador na equipe paulista, estão o Mundial de Clubes da Fifa, em 2000, duas vezes o Campeonato Brasileiro (1998 e 1999) e quatro vezes o Paulista (1995, 1997, 1999 e 2001).
O meia também atuou por Santos e Vasco entre os grandes times do Brasil. No exterior, jogou no Valencia, da Espanha, e no Gamba Osaka, do Japão.

Após pendurar as chuteiras, Marcelinho Carioca estudou jornalismo nas Faculdades Integradas Rio Branco, onde se formou em 2017. Ele chegou a atuar como comentarista na Bandeirantes.

O ex-jogador também se aventurou na carreira política. Tentou se eleger deputado federal em 2010 pelo PSB, a deputado estadual pelo PT em 2014, e a vereador pelo PRB em 2016, mas não foi eleito em nenhuma ocasião. Assumiu por cerca de um mês o cargo de deputado federal, em 2015, ao ocupar a vaga deixada por Márcio França, eleito vice-governador de São Paulo.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade