Equatorial fará troca gratuita de chuveiros e lâmpadas em Anápolis; saiba como vai funcionar

Objetivo da ação é garantir mais economia no consumo de energia da população, além de mais alívio e estabilidade no sistema

Samuel Leão Samuel Leão -
Projeto Chuveiro Eficiente. (Foto: Divulgação/ Equatorial Goiás)

A partir desta segunda-feira (19), Anápolis recebe o projeto Chuveiro Eficiente, que atua na troca de dispositivos que consomem energia em excesso por opções mais econômicas. Além disso, também ocorre o cadastro de famílias na Tarifa Social, que oferece descontos de até 65% na conta de energia.

A ação ocorrerá até às 17h (nesta segunda) e de 09h às 12h na terça-feira (20). Ainda serão realizadas palestras de conscientização sobre consumo e inscrições para oficinas. A troca de chuveiros não requer cadastro.

Segundo a Equatorial Goiás, responsável pela iniciativa, cada substituição resulta em uma economia de 50% no consumo energético. Apenas na cidade, cerca de 300 chuveiros deverão ser trocados, em uma mobilização que vai atender os moradores dos bairros Recanto do Sol e do Parque Residencial Vila das Flores.

Na sede do programa, situada no Cras Norte, na Vila Norte, serão realizadas as oficinas e também os cadastros para a tarifa social.

Como vai funcionar a ação?

Conforme a verificação dos perfis dos clientes, já feita previamente por um diálogo com a Prefeitura, a empresa deixará o equipamento instalado e levará os antigos.

Também serão substituídas até cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por outras de LED, que são mais econômicas, totalizando 1500 unidades ofertadas.

O procedimento será por uma dupla de trabalhadores, um homem e uma mulher – que irão de porta em porta – de modo que não será necessário qualquer tipo de obra.

O chuveiro conta com um tapete antiderrapante, que pré-aquece a água por meio de uma serpentina interna, que acompanha a ducha com várias temperaturas.

Resultado prático

Segundo o coordenador de projetos de eficiência energética da empresa, Adriano Faria, em um ano, os clientes beneficiados irão economizar 329 MWh – o que seria equivalente ao consumo médio brasileiro de 183 residências, representando cerca de R$ 227 mil de economia.

“Além disso, haverá uma redução de demanda na ponta de 100 kW, o que significa um alívio no sistema nos horários de pico e mais estabilidade no fornecimento de energia”, concluiu.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade