Brasileira se muda para os EUA em busca do grande amor e hoje recupera a dignidade de acumuladores

Focada, trabalhava por dia em cinco casas e teve a vida completamente transformada em um piscar de olhos, quando decidiu entrar para as redes sociais

Isabella Valverde Isabella Valverde -
Marina Benício e a família fazem trabalho social para recuperar dignidade de pessoas acumuladoras nos Estados Unidos. (Foto: Arquivo Pessoal)

Fenômeno nas redes sociais, Marina Benício saiu do interior de Minas Gerais rumo aos Estados Unidos, com a única intenção de encontrar o grande amor que conheceu pela internet. O que não sabia de início, é que futuramente iria transformar a vida das pessoas, dando mais dignidade para os lares. 

Ainda em 2004, a mineira, que nunca nem sequer havia cogitado visitar o país, decidiu largar tudo na terra natal e se mudar em busca do atual companheiro, que até então conhecia apenas por uma sala de bate-papo. 

Em entrevista concedida ao programa Vem Comigo, do Portal 6, Marina contou que assim como muitos brasileiros fazem quando vão para lá, trabalhou por anos como faxineira, enquanto o marido atuava na área da construção. 

Focada, trabalhava por dia em cinco casas e teve a vida completamente transformada em um piscar de olhos, quando decidiu entrar para as redes sociais para poder acompanhar a filha. 

“Eu descobri que minha filha estava postando coisas no Instagram e eu não tinha Instagram, aí eu não podia ver. Falei, “não, vamos criar um Instagram”. Só que eu comecei a ver como era a rotina das pessoas que postavam na rede, e eu gostei daquilo”, contou. 

“Comecei a filmar, dar dicas de limpeza, mostrar como era minha rotina e deu muito certo. As pessoas gostaram muito e começou a chegar gente, chegar gente, e eu pensei “que delícia fazer isso”. Eu nem sabia que dava para mudar de vida fazendo isso”, completou. 

Ao entrar nas demais redes, o sucesso foi tanto, que em 2021, ela vendeu a empresa de faxina e passou a se dedicar somente à carreira de criadora de conteúdo digital. No entanto, de início o retorno não era tanto e ela chegou a ter medo de estar trocando o certo, pelo duvidoso. 

Uma semana depois da fase de maior desespero, a mineira fez uma live limpando a última casa e explodiu de vez nas redes sociais. Foi com essa oportunidade, em que passou sete dias limpando um único imóvel, que sentiu no coração que deveria ajudar outras pessoas.

“Eu tive uma decepção e eu fiquei muito triste, aí eu fui orar e Deus falou comigo. Que nada estava acontecendo por acaso, que eu não tinha vindo para cá só por um amor da internet, que não tinha aprendido a falar inglês sem um propósito e Ele não tinha soprado meu nome na internet sem um propósito”, relembrou. 

Após essa revelação, ela percebeu que precisava voltar para a faxina, não somente para limpar, mas para resgatar o coração das pessoas que estavam vivendo sem esperança em um lar abarrotado de acúmulo. 

“A primeira casa que eu tive realmente certeza que era do coração de Deus, eu saí para criar conteúdo, como sempre faço, para achar as coisas, e não achei nada. Eu rodei a cidade inteira e não achei nada. Na hora de voltar para casa, eu senti forte no meu coração que não era para voltar, que tinha uma pessoa que precisava da minha ajuda”, relembrou. 

Marina saiu dirigindo e chegou a pensar que estava doida, até que em uma determinada rua, sentiu que era ali e quando olhou para o lado, viu uma mulher sentada e teve a certeza que era ela que deveria ajudar naquele dia. 

Mesmo sem conhecer, a influenciadora digital chamou a americana no portão e começaram a conversar, até que a moradora revelou que a casa dela estava uma vergonha e, pela primeira vez em muito tempo, mesmo tendo vergonha, deixou que alguém entrasse no imóvel. 

“A gente ficou sete dias trabalhando. Sete dias de coisas sobrenaturais que aconteceram. Foram quatro caminhões de lixo que a gente tirou de dentro da casa. A gente pintou, arrancou gabinete, porque tinha tanta barata que não dava mais para limpar”, comentou. 

Mas o trabalho não para por aí. Após toda limpeza, a pessoa fica apenas com o básico e aqueles itens que tem alguma memória afetiva. Nesse momento, Marina posta nas redes sociais e pede por ajuda, para que os internautas possam se solidarizar e doar para remobiliar o imóvel. 

Desde que começou, 12 pessoas já tiveram a vida transformada pela ação social feita com carinho pela influencer. Segundo ela, atende conforme for aparecendo demanda, apesar de ter em mente que o ideal seria uma grande limpeza por mês. 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade
PublicidadePublicidade

+ Notícias