Morre Donald Sutherland, o presidente Snow da franquia ‘Jogos Vorazes’, aos 88

A informação da morte foi confirmada pelo seu filho, Kiefer Sutherland, em um texto nas redes sociais. A causa da morte não foi divulgada.

Folhapress Folhapress -
(Foto: Captura/Youtube/ Rotten Tomatoes Coming Soon)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Morreu nesta quinta-feira o ator canadense Donald Sutherland aos 88 anos, que se inscreveu no panteão de grandes artistas de Hollywood.

Atuando em dezenas de filmes, ele se notabilizou por interpretar papeis em clássicos como “Mash”, de Robert Altman e “Casanova de Fellini”, do diretor italiano Federico Fellini.

A informação da morte foi confirmada pelo seu filho, Kiefer Sutherland, em um texto nas redes sociais. A causa da morte não foi divulgada.

“Com o coração pesado, eu digo a vocês que meu pai, Donald Sutherland, faleceu. Pessoalmente, eu acho que ele foi um dos maiores atores na história do cinema. Ele nunca se deixou intimidar por um papel, seja ele bom, ruim ou feio. Ele amava o que fazia e fez o que amava e nunca se pode pedir mais do que isso. Uma vida bem vivida”, escreveu Kiefer.

Donald Sutherland teve expressiva atuação no cinema de Hollywood, se tornando mais conhecido, nos últimos anos, por ter encarnado o personagem Presidente Snow na franquia “Jogos Vorazes”.

Foi assim que o artista entrou em contato com as novas gerações, interpretando o terrível vilão que oprimia os distritos de Panem e também rivalizava com Katniss Everdeen, papel de Jennifer Lawrence.

O objetivo era evitar uma revolução. Nessa seara, Sutherland também desempenhou papeis marcantes em “Orgulho e Preconceito”, “Ad Astra”, “Cidadão X” e “The Undoing”.

Entre os prêmios recebidos, estão um Oscar honorário, recebido em 2018, além de um Emmy como melhor ator coadjuvante em minissérie e um Globo de Ouro na categoria melhor ator coadjuvante em televisão.

Extensa, a carreira de Sutherland se iniciou ainda nos anos 1960, quando fez incursões pelo cinema de gênero, como em “As Profecias do Dr. Terror” e “Os Doze Condenados”.

Na década seguinte, o ator estrelaria clássicos, como “Mash”, comédia dramática dirigida por Robert Altman, em que interpretou o capitão Benjamin Franklin Pierce. O filme conta a história de uma unidade médica conhecida em inglês pela sigla Mash durante a Guerra da Coreia, criticando a Guerra do Vietnã, que acontecia naquele momento.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.