Turistas desaparecidos no Parque Terra Ronca são localizados; veja o que aconteceu

Operações de busca e resgate mobilizaram mais de 20 pessoas, entre militares, servidores e brigada comunitária

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
Caverna Terra Ronca 1, no Parque Estadual de Terra Ronca. (Foto: Divulgação/Semad)

O Corpo de Bombeiros informou que os quatro turistas que estavam desaparecidos desde domingo (30) no Parque Estadual de Terra Ronca (Peter), no município de São Domingos, Nordeste de Goiás, foram localizados no início da tarde desta segunda-feira (1º).

De acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad), os turistas entraram na caverna Terra Ronca 1 sem o acompanhamento de um guia, prática proibida pela administração do parque.

As operações de busca e resgate envolveram servidores da Semad, Corpo de Bombeiros, Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), além de guias e uma brigada comunitária, totalizando mais de 20 pessoas na operação.

Os turistas entraram no parque às 14h20 de domingo, e o último contato registrado com suas famílias ocorreu às 22h30 do mesmo dia, quando relataram estar com frio.

Entre os desaparecidos estava um idoso de 64 anos, com mobilidade reduzida, e três jovens com idades entre 23 e 30 anos. Um dos jovens havia sofrido uma queda de moto dois dias antes da expedição e estava com o joelho lesionado.

Pistas indicavam que os turistas poderiam ter saído da caverna e se dirigido à área de mata fechada na região do Buracão, onde rastros foram encontrados.

A Polícia Militar (PM) informou que os turistas residem no município de Posse ou em suas proximidades.

O Parque Estadual de Terra Ronca

Criado em 1989 e delimitado em 1996, o Peter é conhecido por suas belas cavernas, espécies de fauna e flora ameaçadas de extinção, rios, cachoeiras e sítios ecológicos de grande importância turística.

Estima-se que existam mais de 200 cavernas no interior do parque, constituindo um dos conjuntos espeleológicos mais importantes da América do Sul. Entre elas, estão três das dez maiores cavernas do Brasil, incluindo a caverna com o quinto maior portal do país.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.