Corpo de jovem morto em queda de avião em Pirenópolis é retirado do IML de Anápolis

A morte dos amigos Guilherme Lima, de 30 anos, e Erik Rigonato, de 31 anos, no fim de tarde deste domingo (20), deixou a cidade de Caldas Novas em luto por três dias, decretado pelo prefeito da cidade Evandro Magal (PSDB).

Os dois estavam fazendo acrobacias com um monomotor ultraleve perto do aeroporto de Pirenópolis quando a aeronave caiu, às margens da rodovia GO-338.

Antes de saírem do chão,  as vítimas tiraram uma foto e divulgaram nas redes sociais.

O corpo de Guilherme, trazido para o Instituto Médico Legal (IML) de Anápolis, já foi retirado durante a madrugada para ser velado em Caldas Novas. Ele era funcionário público da cidade.

Aeronave ficou totalmente destruída e o Corpo de Bombeiros tive dificuldades de remover os corpos das vítimas. (Foto: Reprodução)

Até o momento, não há informações de que o mesmo tenha ocorrido com o corpo do amigo, que era empresário em Brasília.

Brincadeira

Guilherme e Érik estavam passando o final de semana em Pirenópolis e no fim da tarde decidiram sobrevoar a cidade. A namorada de Érik, que estava pilotando a aeronave, disse a Polícia Militar que viu o companheiro fazendo acrobacias no ar momentos antes do avião cair.

Segundo ela, o namorado não muitas horas de voo.

“Eles estavam fazendo brincadeiras no céu. Em um momento, ele subiu, começou a descer em parafuso e não conseguiu subir de novo e caiu”, narrou o sargento da Polícia Militar, Valdivino Ribeiro de Freitas, que ouviu a jovem, identificada apenas como Carolina.

 

[+] VEJA TAMBÉM: Alunas do Antensina Santana brigam em praça e colegas filmam tudo

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

loading...