PublicidadePublicidade

novos transportes da ferrovia norte-sul

Rafaella Soares Rafaella Soares -

Inaugurada em 2014 em Anápolis e alvo de várias investigações, o trecho pronto da Ferrovia Norte-Sul só realizou dois transportes de cargas e um de locomotiva em três anos.

Porém, nesta segunda-feira (06), a Valec, empresa pública responsável pelo trecho da Ferrovia que passa por Goiás, divulgou dois novos contratos.

Segundo a empresa, o intuito é de otimizar as operações. Assinados em setembro, o primeiro contrato é o transporte de até 100 mil toneladas de manganês, que foi iniciado em outubro com duas locomotivas e 65 vagões, com um total de 4,24 mil toneladas da mercadoria.

PublicidadePublicidade

Na última quarta-feira (1º), uma segunda composição também já partiu levando 3,96 toneladas. Desta vez foram utilizadas duas locomotivas e 60 vagões.

O segundo contrato será para transportar barras soldadas de trilhos. A previsão é que a operação seja iniciada nos próximos dias e carregue 12 mil toneladas. Devido cada uma ter comprimento de 240 metros, elas seguirão viagem em vagões especiais, disponibilizados pela empresa Valor da Logística Integrada (VLI), de Anápolis.

Primeiras operações

Partindo de Goiás, até o momento foram transportados através da Ferrovia Norte-Sul 26 mil toneladas de farelo de soja, em dezembro de 2015, e 13 mil toneladas de madeira triturada, de dezembro de 2016 a março de 2017.

Ao O Popular, a Valec informou que o transporte depende da iniciativa privada e do interesse comerciado dos operadores logísticos.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade