Temer corta comida de Dilma no Palácio da Alvorada

Da Redação Da Redação -

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) e seus auxiliares ficaram sem custeio para gastos básicos no Palácio da Alvorada. O governo interino cortou, na última quarta-feira (1º), o “cartão de suprimento”, que abastece a despensa e paga a manutenção da residência oficial. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

A Secretaria de Governo confirmou o corte do “cartão de suprimento” e disse que trata-se de uma ação “temporária”. De acordo com os governistas, a interrupção será mantida até que recebam o parecer jurídico sobre os direitos de Dilma Rousseff.

De acordo com a publicação, a Dilma ficou furiosa com a decisão e afirmou que trata-se de uma “mesquinharia”.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.