Portal 6

Após juntar 300kg de latinha, mãe realiza sonho de filho estudar na Finlândia

(Foto: Reprodução)

Da série: o que o amor de mãe não faz por seus filhos <3

Uma história comovente está ganhando as redes sociais nesta manhã de sábado (11). Se trata de uma mãe que juntou 300 kg de latinhas para realizar o sonho do filho de estudar na Europa.

Isabel Cristina Fernandes, de 51 anos, mora na Paraíba com a família e tem trabalhado incansavelmente para custear os estudos do filho Pedro, de 18 anos. Trabalhando a 24 anos na Associação dos Magistrados da Paraíba, Isabel e o marido Milton Viana conseguiram arrecadar mais de R$ 1.200 apenas coletando materiais recicláveis.

Além do trabalho na Associação e a coleta de latinhas, alumínios e plásticos, a mãe vende cocadas, trufas, cupcakes e outros doces para continuar levantando dinheiro suficiente para manter Pedro que desde 2016 está estudando na Finlândia.

Em entrevista ao G1, Isabel contou que a única solução para o filho ser feliz era estudar, e como não tinham condições de pagar um curso de idiomas, o rapaz começou a estudar em casa.  “Assistia seriado sozinho e sempre cantava em inglês, para aprender”.

Após ver a facilidade que Pedro teve para aprender inglês, a mãe o inscreveu em um intercâmbio, onde foi classificado na prova em oitavo lugar. O custo para a viagem era de R$ 5.200 e fez Isabel pensar que teria que pausar o sonho do filho, mas uma campanha atingiu os amigos e colegas de trabalho e em três dias foi arrecadado o valor de R$ 6.000.

Atualmente Pedro fala inglês, sueco e está aprendendo francês. Aprovado no curso de Relações Internacionais pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), o rapaz deve voltar para o Brasil no segundo semestre do ano para iniciar o ensino superior.

Para encerrar a temporada na Europa, Isabel está fazendo a rifa de uma suqueira para pagar a viagem do curso para que o filho tenha a oportunidade de conhecer outros países europeus antes de retornar pra casa.

Isabel teve uma infância conturbada e conta que faz de tudo para que os filhos tenham o que ela não teve e revela que também sonha em viajar para fora. “Eu vou lá ver meu filho na Finlândia. Eu sempre sonhei em ir longe, conhecer o mundo. Meu filho puxou a mim”.

O filho mais velho de Isabel se chama Severino, tem 22 anos e cursa Farmácia na UFPB. Para Isabel, os filhos são motivo para muito orgulho. “Eu quero que eles sejam vitoriosos por tudo isso. Cada luta que eles viram que a gente passou, que eles reconheçam. Isso é tudo maravilhoso”, declarou.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.