Jovem encontrado em estrada próximo à Anápolis não estava carbonizado

Perícia preliminar constatou que Flávio Ferreira Assunção recebeu pelo menos quatro tiros, todos eles na cabeça

Da Redação -

O Grupo de Investigações de Homicídios (GIH) de Anápolis não confirma que o corpo de Flávio Ferreira Assunção, de 22 anos, estava carbonizado. O jovem foi encontrado morto na madrugada de domingo (15) com quatro tiros na cabeça em uma estrada vicinal entre os municípios de Anápolis e Gameleira.

Em conversa com a reportagem do Portal 6, o delegado Vander Coelho, que atendeu a ocorrência, disse que só as investigações poderão concluir as causas do homicídio porque o local não é próximo de nenhuma casa e, por isso, ainda não há possíveis testemunhas.

‘Vamos agora entrevistar os familiares para tentar saber onde a vítima esteve, conversar com todas as pessoas que tinham relacionamento próximo com ele e buscar todas as informações que podem dar uma pista do que pode ter acontecido’, explicou Vander. O corpo só descoberto após uma denuncia anônima recebida pela Polícia Militar.

O caso agora será investigado pela equipe do delegado Cleiton Lobo. À reportagem do Portal 6 ele disse que os agentes já receberam a ocorrência e estima iniciar os trabalhos em breve.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.