Prefeitura recebe R$ 1 milhão para aumentar mão de obra qualificada em Anápolis

Edital com 500 vagas deve ser publicado já no mês de janeiro para vagas que atendam demandas na construção civil, indústria e comércio

Danilo Boaventura -

Setores como a construção civil, indústria e comércio tem tido dificuldades para preencher vagas de empregos em Anápolis. Mais que experiência, os empregadores se queixam da falta mão de obra qualificada, realidade que a Prefeitura Municipal pretende mudar a partir de 2018 ao ofertar 500 vagas em cursos profissionalizantes.

Os recursos para custear as aulas e treinamentos foram entregues nesta quinta-feira (28), no Centro Administrativo, por meio de programa Qualifica Brasil, assinado com o Ministério do Trabalho.

Segundo o secretário Municipal do Desenvolvimento Social, Emprego e Renda, Rodolfo Valentini, o edital para a seleção de candidatos deverá ser publicado no mês de janeiro com vagas para mestre de obras, alimentador de linha de produção, operador de produção de fármacos e medicamentos, vendedor, operador de caixa e assistente administrativo.

Preferência

Anápolis foi a primeira cidade de Goiás beneficiada pelo programa de qualificação profissional do Governo Temer. Dos R$ 6 milhões, a cidade ficou com R$ 1 milhão.

Segundo o prefeito Roberto Naves (PTB), a preferência dada à Anápolis é fruto dos esforços políticos empreendidos pelo deputados petebistas Jovair Arantes e Henrique Antes.

‘São parceiros e exemplos de pessoas que querem o bem da cidade, assim como outros que também nos ajudam a colocar Anápolis na posição de destaque novamente’, mencionou.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.