Dupla que matou comerciante em Anápolis é apresentada pelo GIH

Mesmo levando o que queria, assaltante não teve dó e matou a vítima com dois tiros

Da Redação -

Em coletiva de imprensa, o Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis apresentou nesta terça-feira (19) a conclusão do latrocínio que vitimou o comerciante Cléber Galdino da Costa no último 17 de maio, na Vila São Joaquim, região Sudoeste de Anápolis.

O crime foi cometido por Wellington dos Santos Justino e Andressa Jéssica Pires Nunes.

Segundo a delegada Emilli Bailoni, responsável pelo caso, Wellington foi preso com a arma do crime dois dias após a morte de Cléber. Já a prisão de Jéssica ocorreu nesta segunda-feira (18) numa boca de fumo do Residencial Copacabana.

PublicidadePublicidade

Conforme a delegada, as investigações apontaram que Wellington foi o autor dos disparos e Jéssica quem conduziu a moto que eles usavam no dia do assalto.

Wellington chegou a dizer que atirou porque Cléber quis tomar a arma, mas essa versão foi desmentida por uma testemunha que também foi roubada no local.

O crime

No último dia 17 de maio deste ano, Cléber Galdino Costa estava ajudando um amigo a fechar o bar no Bairro São Joaquim, por volta de 00h10, quando foram abordados por duas pessoas numa moto que anunciaram o assalto. Em nenhum momento eles tiram o capacete.

Depois que pegaram as carteiras e os celulares das vítimas, Wellington atirou contra Cléber, que morreu no local.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.