PublicidadePublicidade

O que disseram os assassinos de empresário morto com tiro na cabeça, em Anápolis

Se condenados, eles podem pegar mais de 30 anos de cadeia

Da Redação Da Redação -
PublicidadePublicidade

Três suspeitos de participar do assassinato de Geison Pinheiro de Oliveira, de 39 anos, proprietário de um lava jato no Setor Bougainville, região Norte de Anápolis, foram presos na tarde desta quarta-feira (05).

Segundo o Comando de Policiamento Urbano do 28º BPM, os agentes chegaram até eles após uma ligação recebida pelo Disque Denúncia.

Pedro Tome Neto foi o primeiro localizado pela corporação. Ele estava no bairro Boa Vista, confessou ter participado do crime apoiando na fuga, e entregou os outros suspeitos.

PublicidadePublicidade

No Jardim das Américas 3ª etapa, os policiais encontraram Sérgio Emanoel Honorato Cardoso que não negou envolvimento e levou os policiais até o endereço de Hanna Gabriel da Silva.

À PM, Sérgio Emanoel explicou que fugiu do lava jato, junto Hanna Gabriel, assim que percebeu que o comparsa havia atirado no empresário. Também foram encontrados um revólver calibre 32 e uma munição intacta.

Os criminosos foram encaminhados à Central de Flagrantes da Polícia Civil e autuados por latrocínio e porte ilegal de arma de fogo. Se condenados, eles podem pegar mais de 30 anos de cadeia.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade