Detalhes perturbadores do caso em que tio estuprou sobrinha de 14 anos em Anápolis

Se condenado, ele pode pegar até 20 anos de prisão em regime fechado

Da Redação -

Já era noite desta quinta-feira (20) quando policiais militares conseguiram localizar e prender no Residencial Alfredo Abrahão, região Leste de Anápolis, um homem de 36 anos.

No Instituto Médico Legal (IML) uma adolescente de 14 anos fazia os exames que comprovariam o estupro sofrido por ela horas antes. O autor é tio da garota e foi até à casa da vítima, na Vila Esperança, região Sudeste da cidade, já na intenção de cometer o crime.

Detalhes trazidos sobre o caso pelo radialista Márcio Gomes, da Manchester, na manhã desta sexta-feira (21), chocam e revoltam.

PublicidadePublicidade

O tio chegou na casa da adolescente pedindo óleo de soja. Ao atendê-lo a garota foi levada a força para a casa dele e lá a violência sexual aconteceu.

A vítima foi ameaçada de morte para não gritar. Por um momento, ela ainda tentou pular o muro, mas não conseguiu.

Além de comprovar o estupro, o exame médico também detectou que a vítima sofreu várias lesões.

O caso deve ser investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) de Anápolis. Se condenado, o autor pode pegar até 20 anos de prisão em regime fechado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.