Portal 6

Moradora de Anápolis recusa amizade de homem pelo WhatApp e perde o sossego

(Foto: Reprodução)

Situação chegou a ponto insuportável, envolvendo até pornografia, e ela expôs toda a história na Delegacia

Levantamento da Bem Mais Seguro, empresa especializada na venda de seguros pela internet, mostra que 95,6% dos brasileiros utilizam os aparelhos celulares, prioritariamente, apenas para acessar aplicativos.

É o caso de uma mulher de 36 anos que precisou procurar a Delegacia Geral de Anápolis nesta sexta-feira (28).

Moradora da Vila Santa Isabel, bairro na região Norte da cidade, ela contou que começou a receber no WhatsApp mensagens de um número desconhecido.

Se identificando como um homem, a conta começou a conversar com ela em busca de uma amizade. Desconfiada, a mulher procurou através de outras redes sociais e descobriu que se tratava de um perfil falso.

Após revelar pelo WhatApp que não estava interessada em prosseguir com as conversas, ela passou a receber ofensas, pornografia, ameaças e ligações durante o horário de trabalho e a madrugada.

O caso foi registrado na Central de Flagrantes da Polícia Civil como perturbação da tranquilidade. As informações são do radialista Marcelo Santos.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.