PublicidadePublicidade

DST: a triste história por trás do fim de um relacionamento em Anápolis

Nem tudo ainda foi resolvido e um novo capítulo foi registrado na Delegacia Geral da Polícia Civil

Denilson Boaventura -

“Eu vou te matar”. Esse foi o recado que um morador do Bairro São João, na região Sudeste de Anápolis, recebeu nesta sexta-feira (14).

A mensagem foi enviada pela ex-companheira dele que chegou a detalhar a forma com que o crime seria cometido.

“Vou colocar fogo em seu carro com você dentro e tudo”, descreveu.

Preocupado, ele procurou a Delegacia Geral da Polícia Civil, no Centro, para registrar a ameaça.

A mulher alega ter sido contaminada por sífilis enquanto mantinha o relacionamento.

Fruto da união do casal, um bebê teria perdido a vida ainda recém nascido em decorrência da Doença Sexualmente Transmissível (DST).

Dados de 2017 do boletim epidemiológico do Ministério da Saúde mostram que os casos de sífilis adquirida (em adultos) tiveram aumento de 27,9% de 2015 para 2016 no Brasil.

Entre as gestantes, o crescimento dos casos foi de 14,7%. Já as infecções por sífilis congênita (transmitida da mãe para o bebê) subiram 4,7%.

Testes para o diagnóstico, acompanhamento médico e remédios estão disponíveis em toda a rede pública de saúde.

Com informações do radialista Marcelo Santos 

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.