Portal 6

Em Ceres, pai descobre que professor estuprou filha de 13 anos

(Foto: Divulgação / Polícia Civil)

Escândalo ganhou proporções ainda maiores após Policia Civil expor a tática dele para convencer alunas

A Polícia Civil de Goianésia, através da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), prendeu na sexta-feira (21) um professor de matemática suspeito de estuprar uma adolescente de 13 anos, em Ceres, cidade a 142km de Anápolis.

O caso foi descoberto no último dia 05 de novembro, depois que o pai procurou a delegacia para dizer que a garota era aluna do homem e os dois estavam trocando mensagens pelo Facebook.

Responsável pelo caso, a delegada Poliana Bergamo explicou que, durante essas conversas, o professor chegou a perguntar se a adolescente teria coragem de enviar fotos íntimas.

Após a pergunta, questionou ainda se a garota aceitaria ficar com ele. Com uma resposta positiva, o suspeito teria levado a aluna para um motel, onde teve relações sexuais com ela.

Conforme a delegada, as testemunhas ouvidas no caso relataram que o professor tinha “uma conduta incompatível com o cargo”, pois constantemente aliciava e assediava outras alunas.

Ele dizia que tudo não passava de uma brincadeira, mas depois oferecia nota para as garotas que aceitassem se relacionar com ele.

“Os depoimentos colhidos indicam a existência de outras vítimas. As investigações continuarão. Neste caso específico, o acusado foi preso temporariamente pelo crime de estupro de vulnerável”, disse a delegada.

No Brasil, ter relações sexuais com menores de 14 anos, mesmo com consentimento, é considerado estupro e pode dar até 15 anos de cadeia.

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.