PublicidadePublicidade

Não é só o HUANA que pode começar 2019 com as atividades paralisadas

Secretário alerta que somente as unidades municipais não suficientes para atender todas demandas de pacientes

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
(Foto: Reprodução)

O não pagamento de verbas estaduais para a saúde da regional Pireneus foi discutido durante reunião nesta quinta-feira (27) com representantes de todos os dez municípios.

Segundo o secretário municipal de saúde de Anápolis Lucas Leite, unidades como Hospital Estadual de Urgências de Dr. Henrique Santillo (HUANA), Hospital Evangélico Goiano (HEG) e Santa Casa de Misericórdia estão com repasses atrasados desde o início deste ano.

“Sofremos com a redução no serviço desses prestadores porque isso acaba congestionando pacientes na rede municipal”, lamentou, lembrando que a cidade também precisa atender demandas de alta complexidade vindas de outros 70 municípios.

PublicidadePublicidade

O titular da pasta ressaltou ainda que diversas tentativas de regularizar a situação com a Secretaria Estadual de Saúde (SES) já foram realizadas, mas que os prazos acabam sempre sendo descumpridos.

“Se um dos poderes não cumprem com suas obrigações o serviço, de alguma forma, vai ser prejudicado e Anápolis não consegue absorver toda essa demanda e responsabilidade que não lhe compete”, alertou.

Reportagem do Portal 6 adiantou que o HUANA pode começar 2019 com as atividades paralisadas. Sem receber salários, colaboradores, que ameaçam cruzar os braços, protestaram em frente a unidade na tarde desta quinta-feira (27).

https://www.facebook.com/marcelo.santos.20590/videos/1939621262803556/

Diante de toda essa situação, os gestores da saúde da regional Pireneus decidiram acionar o Ministério Público de Goiás (MP-GO). No documento, será cobrado que a SES quite seus débitos para que os principais hospitais de Anápolis possam continuar a funcionar.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade