PublicidadePublicidade

Desesperada, mulher faz campanha em Anápolis para tentar salvar vida da filha

Garotinha tem apenas quatro anos e precisa passar urgentemente por uma cirurgia

Avatar Rafaella Soares -
PublicidadePublicidade

Moradora do Jardim Alexandrina, bairro da região Norte de Anápolis, a jovem Taís Louredo tenta salvar a filha de quatro anos diariamente pedindo ajuda pelas redes sociais.

A pequena Isabella Louredo de Araújo nasceu com um problema no coração, mas os tratamentos já não funcionam e o quadro dela se agravou nos últimos meses. Agora a garotinha precisa com urgência de uma cirurgia para reverter a situação.

“Os médicos disseram que ela aguenta no máximo seis meses e a qualquer momento pode ter morte súbita. Não temos condições de pagar tudo no particular e temos medo que não dê tempo de esperar pelo SUS”, desabafou Taís.

PublicidadePublicidade

Na tentativa de ajudar, amigos da família criaram uma vakinha online que leva o nome “Todos Por Isabella“. A expectativa é que a quantia suficiente para a cirurgia seja arrecadada o quanto antes.

Para garantir que o quadro clínico não piore, a criança está internada no Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB), em Brasília.

Em nota, a unidade informou ao Portal 6 que ela foi inserida na fila de regulação e está recebendo assistência médica enquanto aguarda por uma vaga. Essa fila tem como prioridade casos de maior gravidade.

Os interessados em ajudar Isabella podem doar diretamente pelo site da vakinha.

Veja a nota do HMIB na íntegra

O Hospital Materno Infantil de Brasília (HMIB) informa que a paciente I.L.A está internada e sob os cuidados de uma equipe multidisciplinar do hospital. A paciente foi inserida na fila de regulação para a cirurgia cardíaca e, enquanto aguarda a vaga para o procedimento no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF), recebe toda a assistência necessária. A fila leva em consideração a classificação de risco de cada caso, com prioridade no atendimento para pacientes com maior gravidade.

 

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade