PublicidadePublicidade

PC de Anápolis investigará se criança foi estuprada enquanto dormia

Integrante da família é o principal suspeito do crime e mãe ainda se voltou contra a garotinha

Da Redação -

Um caso delicado foi registrado na Central de Flagrantes de Anápolis neste domingo (08). Moradora de Campo Limpo, uma criança de 11 anos alega ter sido abusada sexualmente pelo próprio irmão.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a garotinha mora com vários familiares e, de madrugada, estava dormindo em um colchão, na sala da casa, quando sentiu que L.W.O.A., de 20 anos, tirou a bermuda e tocou nas partes íntimas dela.

Ela se assustou e o rapaz, percebendo que a menor já estava acordada, se afastou. A situação se repetiu e, com medo, a criança foi até o quarto da irmã e do cunhado e contou o que havia acontecido.

PublicidadePublicidade

De imediato, o homem colocou o colchão no quarto para que a menina pudesse dormir protegida e decidiu tirar satisfações com L.W.O.A.

O jovem negou todo o acontecimento, mas fugiu da casa e só retornou pela manhã, juntamente com a mãe. Ambos são usuários de drogas e não ficam muito na residência.

L.W.O.A. continuou dizendo não ter feito nada. Já a mãe tomou as dores dele e começou a confrontar o genro, proferindo várias ofensas contra a menor. Palavras como “safada” e “vagabunda” estão entre os termos que ela escolheu para se referir à filha.

A irmã e o cunhado da garotinha levaram a situação até a delegacia e agora o caso será investigado pela Polícia Civil como estupro de vulnerável.

A criança disse ter sido a primeira vez que L.W.O.A. agiu dessa forma e o casal se comprometeu a levá-la até o Instituto Médico Legal (IML) para um exame de corpo de delito de prática delituosa.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade