Portal 6

Filha e esposa se arrependeram e não deixaram pai ir preso em Anápolis

(Foto: Danilo Boaventura)

Tudo teria começado com uma ligação do Colégio Estadual Senador Onofre Quinan e terminou na delegacia

O que parecia uma simples falta escolar resultou em raiva, violência e caso de polícia na manhã desta segunda-feira (09), no Parque Residencial Ander 1ª Etapa, região Leste de Anápolis.

Após ouvirem gritos e quebradeira, vizinhos acionaram o 190 e uma viatura foi enviada para averiguar o que de fato estava acontecendo.

No local, os miliares ouviram do pai, de 39 anos, que ele tinha recebido um telefonema da direção do Colégio Estadual Senador Onofre Quinan, do bairro de Lourdes, reclamando que a filha não havia comparecido à aula.

O homem acabou descobrindo que a filha, de 15 anos, havia ido para casa de uma amiga  e ficou furioso. De imediato, deu um tapa na cara da menina e deu várias cintadas, que a deixaram com lesões por todo o corpo.

A mãe, também de 39 anos, tentou defender a garota ao vê-la apanhando e acabou se cortando com um copo que o marido jogou próximo ao pé dela.

Diante da situação, não restou outra alternativa aos policiais senão levar os três à Central De Flagrantes da Polícia Civil.

Após prestarem depoimento, o desespero bateu na mulher e filha quando ambas souberam que o chefe da família seria hospedado no Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis, com outros presos perigosos.

Argumentando que o homem é bom marido e pai, elas decidiram não registrar a queixa e os três retornaram arrependidos para casa.

Quer comentar?

Comentários




Nosso Twitter



Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.