Portal 6

Os dois lados da história de caso chocante em Anápolis

(Foto: Danilo Boaventura)

Versão de pai e filha são conflitantes e agora caberá à Polícia Civil descobrir quem está falando a verdade

Um caso delicado foi registrado na Central de Flagrantes nesta quarta-feira (13). É que uma moradora do bairro Santo Antônio acionou a Polícia Militar (PM) para dizer que estava sendo mantida em cárcere privado.

A mulher tem 32 anos e afirmou à corporação que vivia trancada dentro de casa. Além disso, na noite anterior, o pai dela teria tentado estupra-la.

Os policiais foram até o endereço e encontraram o portão trancado com um cadeado. Questionada, ela disse que não tinha como abrir, pois o genitor levava sempre as chaves quando saía.

Depois que chegaram, o pai e a mãe da mulher, de 59 e 55 anos, respectivamente, tiveram de ser levados até a delegacia para prestar esclarecimentos.

Em depoimento, o homem contou que saiu para levar a esposa ao médico e trancou o portão apenas porque a filha ainda estava dormindo. Porém, afirmou que ela tem sim as chaves da casa.

De acordo com o pai, a mulher possui problemas psicológicos, já esteve internada e toma medicamentos controlados. Por isso, não sabe se expressar e às vezes foge da realidade.

Sobre a tentativa de estupro, o genitor negou o crime e disse que, na verdade, durante a noite, a filha tentou fugir e ele precisou colocá-la para dentro, sem usar força ou violência.

O caso agora deverá ser investigado pelo 6º Distrito Policial (DP).

Quer comentar?

Comentários

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.