PublicidadePublicidade

Lenda do jornalismo anapolino, Paulo Nunes Batista morre aos 95 anos

Chegou a ser preso pelo Regime Militar e mais tarde ganhou assento na Academia Goiana de Letras

Avatar Danilo Boaventura -

O final da tarde deste domingo (1º) deve ser também o adeus ao jornalista, escritor e poeta Paulo Nunes Batista, de 95 anos, no Cemitério Parque.

Profissional que atuou na imprensa de Anápolis por várias décadas, o PNB, como costumava ser chamado, nasceu em João Pessoa (PB) e veio para Goiás no final da década de 1940.

Residindo em Anápolis desde 1974 , ele chegou a ser preso pelo Regime Militar por ser considerado um “jornalista comunista”.

PublicidadePublicidade

Solto, trabalhou como funcionário público e ganhou um assento na Academia Goiana de Letras.

Viúvo, PNB deixa filhos, netos e bisnetos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade