Portal 6

Gerente de restaurante do Jundiaí chama polícia após funcionários serem humilhados

Ao ser abordado, cliente confessou ter sido o autor da ofensa e foi levado para Central de Flagrantes da Polícia Civil

Aconteceu no final da madrugada desta segunda-feira (13), no Pamonha Pura, tradicional restaurante do bairro Jundiaí, na região Central de Anápolis.

Funcionários do local foram ofendidos por um cliente que teria se irritado com o atendimento e dito “tinha que ser negros mesmo”.

Percebendo que havia uma viatura da Polícia Militar na Praça Dom Emanuel, que fica em frente, o gerente do estabelecimento chamou os soldados Leonardo e Alexandre, que pertencem ao 4º BPM, para providências.

Ao ser abordado, o homem – que não teve a identidade revelada pela corporação devido às restrições da Lei de Abuso de Autoridade sancionada em 2019 pelo presidente Jair Bolsonaro – confessou ter sido o autor da ofensa e foi levado para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

Lá, ele foi autuado por injúria racial, crime punido com reclusão de um a três anos mais multa.

O Portal 6 não conseguiu confirmar se o homem pagou fiança para responder o inquérito em liberdade.