PublicidadePublicidade

Brasileiros repatriados da China já tem data para chegar à Ala 2 de Anápolis

Governo Federal bateu o martelo e local está sendo preparado para receber a quarentena

Da Redação Da Redação -
PublicidadePublicidade

O Ministério da Defesa confirmou oficialmente no início da noite desta terça-feira (04) que a Ala 2 de Anápolis abrigará os cerca de 40 cidadãos brasileiros que estão na região de Wuhan, epicentro do surto de coronavírus. Segundo o ministro Fernando Azevedo e Silva, a expectativa é que o grupo chegue ao país na madrugada deste sábado (08). Até lá, os trabalhos para recebê-los em solo goiano já estarão finalizados.

A previsão do Governo Federal é que a quarentena dure cerca de 18 dias. O projeto de lei estabelecendo as medidas sanitárias para enfrentamento do coronavírus está em tramitação no Congresso Nacional. Além do isolamento e quarentena, estão previstos a realização compulsória de coletas de amostras, exames, vacinas e tratamentos médicos específicos, a restrição temporária de entrada e saída do país, e a requisição de bens e serviços.

Também ficará autorizada, de forma excepcional e temporária, a importação de produtos sujeitos à vigilância sanitária sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), desde que registrados por autoridade sanitária estrangeira e previstos em ato do Ministério da Saúde. O governo também será dispensado de realizar licitação para aquisição de bens, serviços e insumos de saúde enquanto perdurar a emergência em saúde decorrente do coronavírus.

PublicidadePublicidade

Pelo texto encaminhado pelo Executivo em caráter de urgência, é dever de todas as pessoas comunicar imediatamente às autoridades possíveis sintomas do coronavírus, circulação em áreas de contaminação ou contato com pessoas doentes. Também será obrigatório o compartilhamento de dados sobre pessoas infectadas ou suspeita de infecção, entre todos os órgãos e entidades públicos e privados, com a finalidade exclusiva de evitar a propagação do vírus.

O inteiro teor da proposição está disponível no site da Câmara dos Deputados.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade