PublicidadePublicidade

Em Anápolis, homicida descobre da pior maneira que dinheiro não pode ajudá-lo

Caso foi registrado na Polícia Civil e ele agora deverá sofrer uma série de consequências

Da Redação Da Redação -

Um detento do Centro de Inserção Social Monsenhor Luiz Ilc, a cadeia pública de Anápolis, teve de ser levado para a Central de Flagrantes nesta quarta-feira (08), por tentativa de propina.

De acordo com a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP), dois agentes penitenciários foram chamados pelo homem, que pediu que facilitassem a entrada de um aparelho celular na cela.

Em troca do “favor”, os servidores receberiam uma quantia alta em dinheiro. No entanto, a única coisa que o detento recebeu foi uma nova voz de prisão.

PublicidadePublicidade

Ele, que cumpre pena por homicídio e porte ilegal de arma de fogo, será investigado pela Polícia Civil e ainda receberá punições administrativas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade