PublicidadePublicidade

Assessor é intimidado e Comunicação da Prefeitura não responde por que Anápolis perdeu recurso federal

Suspeito, esse tipo de comportamento ocorre logo após o Portal 6 revelar que a Semusa preferiu alugar prédio de igreja a reformar postinho de saúde

Avatar Danilo Boaventura -

Os motivos que levaram Anápolis a perder os recursos do Governo Federal que seriam usados para a reforma e ampliação do posto de saúde do Jardim Alexandrina, bairro da região Norte de Anápolis, parece ser um tema proibido na Prefeitura de Anápolis.

É o que constatou o Portal 6 ao procurar um assessor do Programa do Crescimento de Anápolis (ProAna), braço da gestão municipal responsável por elaborar projetos e viabilizar a prospecção de recursos da União.

Procurado pela primeira vez, ele se mostrou solícito e disposto a receber a reportagem para falar sobre o assunto.

PublicidadePublicidade

No entanto, ao ser novamente contatado para confirmar o horário pré-combinado, o servidor demonstrou desconforto.

“Peço que procure nosso departamento de comunicação antes de conversarmos”, pediu.

A assessoria de comunicação da Prefeitura disse que avaliaria a ‘permissão’ e ignorou a solicitação de nota que apresentou as perguntas que seriam feitas.

Contrato com igreja

Suspeito, esse tipo de comportamento ocorre logo após o Portal 6 tornar público o contrato que a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) firmou com a Instituição Filantrópica Evangélica, vinculada à Igreja Assembleia de Deus Ministério de Anápolis, a fim de alugar parte do prédio da congregação do bairro para abrigar a unidade de saúde do Jardim Alexandria.

O processo licitatório, regra quando o assunto é dinheiro público, foi dispensado e a entidade embolsou cerca de R$ 148 mil com o acordo que deve ser pago em 12 vezes.

Técnicos do município ouvidos pela reportagem sustentam que o dinheiro seria suficiente para concluir a reforma e ampliação do prédio, cuja obra foi abandonada em 2017 com 40% de execução.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade