PublicidadePublicidade

Suspeitando gravidez da filha de 12 anos, mãe denuncia estupro na PC de Anápolis

Caso foi descoberto por WhatsApp, quando a genitora tentou descobrir o que havia de errado com a menina

Da Redação Da Redação -
Central de Flagrantes da Polícia Civil. (Foto: Danilo Boaventura)

Uma auxiliar de limpeza, de 36 anos, esteve na Central de Flagrantes de Anápolis no final da noite desta terça-feira (15) para denunciar que filha, de 12 anos, foi vítima de estupro três vezes.

A mulher contou que a garotinha mora com o pai, no Residencial Victor Braga, e o crime teria sido cometido na própria residência, pelo cunhado da menor. A identidade dele não foi revelada.

O caso só foi descoberto, segundo a mãe, porque desde o último domingo (13) a filha vem sentindo fortes dores na barriga.

PublicidadePublicidade

Por WhatsApp, a genitora fez algumas perguntas para tentar desvendar a causa dessa dor e só então descobriu que a menina não era mais virgem.

Depois de muita conversa é que a vítima contou que o suspeito esteve na casa em três ocasiões para ter relações sexuais com ela e exigiu que não contasse para ninguém.

A irmã dela tem 15 anos e está grávida do companheiro. Por causa das dores frequentes na barriga, a mãe suspeita que a garotinha também pode estar esperando um filho do rapaz.

O caso foi registrado como estupro de vulnerável e será investigado pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA).

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade