PublicidadePublicidade

Em Anápolis, mulher se negou a devolver criança e prometeu até matar a filha adolescente na frente da PM

Ela também teria utilizado o WhatsApp para intimidar o ex. Caso foi registrado na Central de Flagrantes

Da Redação Da Redação -
Central de Flagrantes da Polícia Civil. (Foto: Danilo Boaventura)

Policiais militares tiveram de se deslocar até o bairro Itamaraty, em Anápolis, na noite desta quinta-feira (24), para atender ao pedido de socorro de um pai desesperado.

O homem, que tem 46 anos, contou que se divorciou há mais de dois e ficou com a guarda das filhas, de 15 e seis anos. A cada 15 dias, as meninas podem passar dois dias com a mãe.

No entanto, o genitor afirma que a garotinha mais nova já está com a mulher há nove dias e, após ir até a residência dela para buscar a criança, ouviu que a menor não seria ‘devolvida’.

PublicidadePublicidade

Os dois tiveram de ser levados à Central de Flagrantes para resolver a situação e, na porta da unidade, a mãe teria afirmado que mataria o ex-marido e a filha mais velha na frente dos policiais.

Essa não teria sido a primeira vez que ela age dessa forma, pois também já teria enviado mensagens violentas para o WhatsApp do homem.

O caso foi registrado como ameaça e será investigado pela Polícia Civil.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade