PublicidadePublicidade

Forte calor que também está sendo sentido em Anápolis pode levar à morte, alerta Inmet

Tendência é que a massa de ar quente e seca na região cause efeito devastador no corpo

Caio Henrique Caio Henrique -

A onda de calor e temperaturas elevadas devem continuar marcando presença em grande parte do Centro-Oeste, inclusive Anápolis, até o final desta semana.

O cenário é tão preocupante que o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um alerta de perigo, nesta segunda-feira (05), informando haver risco de mortes por hipertermia, quando a temperatura do corpo ultrapassa os 40ºC.

Sem chuvas, a tendência é que massa de ar quente e seca que acompanha a região nas últimas semanas se mantenha, gerando as tão temidas temperaturas máximas que beiram os mesmos 40ºC.

O lado bom de tudo isso é que o cenário já tem data prevista para acabar em Anápolis.

De acordo com o Climatempo, o alívio das gotas d’água deve começar a ser sentido a partir da semana que vem, justamente no domingo (11), dia que abre o novo período.

A expectativa é de que as chuvas melhorem de imediato a sensação térmica porque, além de diminuir as temperaturas, acelera o processo de dissipação da onda de calor.

Até lá, a recomendação da Defesa Civil é de que as pessoas bebam muito água, evitem exposição ao sol durante as horas mais críticas (como final da manhã e início da tarde) e evitem também o consumo de bebidas diuréticas, como café e álcool.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade