PublicidadePublicidade

Vamos começar mais cedo! Com experiência e resultados, Núcleo atenderá Fundamental II

“Para amadurecer, realizar e conquistar é necessário estar preparado antes da oportunidade passar à sua frente.” afirma proprietário

Avatar Publieditorial -


Em dez anos muitas coisas acontecem: crianças crescem, negócios fazem sucesso, famílias se constituem, jovens alcançam sonhos que pareciam inimagináveis e escolas podem contribuir, de pertinho, para fazer parte de cada uma dessas conquistas.

Em 2021, o Núcleo Centro de Ensino, criado por um casal de sonhadores, completa sua primeira década em Anápolis e comemorará esse grande feito junto de incontáveis vidas que foram, verdadeiramente, transformadas por meio do conhecimento.

É que o Núcleo vai além dos muros das escolas tradicionais. Nesses dez anos, o Núcleo conseguiu formar com os estudantes uma família e ensina muito mais do que conteúdos para vestibular, trabalha persistência, superação de limites, garra, foco e determinação, características essenciais na vida de um adulto de sucesso.

PublicidadePublicidade

“Completar dez anos para nós é um marco. Meu marido e eu abrimos a escola muito jovens. Ele trabalhou nos melhores colégios de Goiânia, Belo Horizonte e Brasília. Já tinha uma experiência incrível com educação. Sou psicóloga e trabalhei muito tempo com RH. Unimos nossos conhecimentos em educação e mercado e criamos o cursinho”, explicou Paula Tomazini, uma das proprietárias do Núcleo.

A ideia da escola surgiu depois de uma conversa entre professores da cidade. Albine Lucciane, marido e Sócio de Paula, notou a necessidade de ofertar o que faz diferença em um cursinho: conhecimento ilimitado.

Paula, que outrora saíra do interior para estudar e, posteriormente, conheceu, sob o prisma de quem contrata, os rígidos processos seletivos para as melhores vagas de emprego, somou ao projeto a necessidade de preparar os alunos para as dificuldades, competências e habilidades necessárias na vida adulta.

“Eu sei de todos os traumas que os adolescentes enfrentam ao deixarem suas casas sozinhos em busca de conhecimento e o Albine sabe que estudar é um hábito, que quanto mais cedo se adquire mais orgânico se torna. Por isso, o Núcleo já veio com um programa para cursinho integral no seu primeiro ano, um lugar onde o aluno estudava, resolvia os exercícios, retirava suas dúvidas e revisava os conteúdos dentro do cursinho”, esclareceu Paula Tomazini.

“O contato estreito com os alunos, a relação de parceria e honestidade com a família, a maturação da equipe de professores e as histórias que hoje podemos compartilhar nos trazem além de uma bagagem incrível, resultados impressionantes. Saber que saiu das nossas carteiras o primeiro lugar de medicina da USP, Medicina na Unicamp, UNB, UFG, UFU, UFT, UFRGS e tantas outras federais de renome me faz ter a certeza de que o Núcleo é um dos meus melhores projetos”, ressaltou Albine.

Impressiona os resultados, a parceria estabelecida e o depoimento dos alunos. Na ala de aprovados, acessível no site do Núcleo, é possível ver o depoimento de vários alunos que passaram nos vestibulares dos sonhos, a maioria em instituições públicas, graças aos ensinamentos e “puxões de orelha” que receberam da instituição.

“O Núcleo é um local de constante aprendizado. Não apenas para o vestibular, mas também para a vida. Cresci, amadureci, estudei dentro dessa instituição e hoje, para mim, não é menos do que um lugar para eu chamar de casa e de uma equipe para eu considerar uma família”, afirmou Amanda Costa da Cunha, que passou para Medicina com 17 anos na UNB, UFG, UFMA, UNESC, USS, ICS, UNAERP, UFFS e UNIRIO.

Preparação

“Sonhar alto, trabalhar duro e ultrapassar seus limites são coisas que precisamos ensinar aos jovens não só para o vestibular mas para que os tais sonhos altos se tornem tangíveis. Se não aprenderem isso, não teremos feito nosso papel enquanto escola. A realidade da vida adulta é dura e quem chega nela sem amadurecer leva muita pancada. Com o tempo eles descobrirão que passar no vestibular foi só um dos inúmeros desafios para os quais nós os preparamos”, conta Paula, que já recebe convites de formaturas com dedicatórias replicando suas frases.

“Preparar um aluno para o mercado de trabalho é um divisor de águas. Afinal, mal sabe o aluno, mas o sonho dele não é passar no vestibular. Esse é o caminho. O sonho de todo adulto é ser feliz, bem sucedido e independente. Se ele se formar e não conseguir um emprego ou não tiver coragem e conhecimento para empreender, o sonho será ainda mais difícil de ser realizado, o caminho será ainda mais tortuoso e, por consequência, o sofrimento, ainda maior. Nossa forma de vivenciar o conhecimento é fazer do aluno um ser ilimitado, forte e persistente mesmo fora da escola. Coisas que não estão escritas em livros de ensino médio”, sustenta.

O cursinho

Albine Lucciane contou ao Portal 6 que a escola oferta horários de aulas nos três turnos, com programas diferentes, que atendem as necessidades dos mais diversos públicos.

O cursinho pré-vestibular da unidade atende desde estudantes que estão iniciando ensino médio, até quem já saiu da escola ou deseja mudar de profissão. O requisito é apenas ter desejo de transformar a própria realidade.

“No cursinho a gente expõe os alunos, ao máximo, à realidade. Essa é a mola propulsora para toda a transformação. Eles descobrem o que os espera lá fora e também sabem que é a educação a forma mais segura e eficaz para a evolução, assim fica mais fácil fazer do estudo um hábito”, explicou.

“A proximidade com os estudantes, o convívio em grande parte do seu dia e a compreensão  do que eles passam e do que precisam para alçar o sucesso torna a relação mais franca. Nós sabemos o caminho e, para que ele consiga conquistar a sua vaga, nós precisamos saber não de onde ele parou, mas de onde começará. Por vezes, é do início mesmo. É preciso voltar a matemática básica. Mas acreditem, sem a matemática básica eles também não passam no vestibular. O primeiro e o último aluno do simulado tem o mesmo objetivo: ser aprovado”, acrescentou Albine.

É com objetivo de incentivar o conhecimento que a unidade também oferta bolsas para quem que não tem condições financeiras de arcar com os estudos, arrecada alimentos e ainda faz o transporte para que os estudantes se desloquem para outras cidades e estados em segurança para prestar vestibular.

Ensino Fundamental ll

Para 2021, além da comemoração de dez anos, o Núcleo também abrirá turmas para alunos que estejam entrando no Ensino Fundamental II.

“Já temos resultados no Enem e Vestibulares que provam que vale investir na nossa forma de produzir conhecimento, agora é mostrar aos alunos do Fundamental II que eles também podem ser quem quiserem, se, realmente, dedicarem-se para tanto”, afirmou Albine Lucciane.

A expectativa é criar uma base de conhecimento sólido para que os alunos não sofram tanto quanto chegarem ao ensino médio e lidem bem com a pressão de decidir qual profissão escolherão para a vida.

“Queremos ensinar o aluno do Fundamental II para formar um indivíduo consciente, de acordo com as necessidades do mercado, mas que também seja feliz e saudável. Essa é a fase em que o estudante começa a se tornar adulto e queremos fazer com que tenham uma estrutura fantástica, para que, ao fim do ensino médio, ingressem em qualquer universidade que desejarem”, disse.

“A proposta pedagógica do Colégio Núcleo para o Fundamental II é inovadora. Traz muito do que vivenciamos nesses dez anos. Conteúdo aliado a prática, estrutura de conhecimentos forte, acompanhamento individual e personalizado, empreendedorismo e competência emocional. Esses são alguns dos nossos diferenciais, mas vale conferir a proposta completa”, completou Paula.

Pandemia e Renovação

Por causa da pandemia da Covid-19, o Núcleo paralisou as aulas por uma semana. No entanto, antes mesmo das outras instituições iniciarem o ensino remoto, a escola decidiu aderir à tecnologia para continuar funcionando.

“Nosso slogan é: ‘conhecimento sem limites’ e a pandemia o colocou em xeque. Estaríamos limitados, pela primeira vez? Jamais. Então, começamos com as aulas ao vivo. Fizemos o máximo para que a equipe pedagógica tivesse todo o material para dar uma aula de qualidade. Nos readaptamos”, contou Albine.

“O Núcleo é feito de sonho, determinação e resultado. Somos realizadores e temos uma ‘casa’ cheia de guerreiros, na qual todo mundo estuda muito e sabe que pode mudar o seu destino. Um lugar em que se sabe que é necessário plantar muito para colher bem, em que se vive uma busca incessante para a realização dos próprios desejos. Um simulacro da vida, isso é o que nos motiva”, finalizou Paula.

O Núcleo fica na Avenida Presidente Kennedy, nº 863, no bairro Maracanã. Mais informações estão no site da escola.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade