PublicidadePublicidade

O que já se sabe sobre a execução de instrutor de autoescola em Anápolis

Polícia Civil também pretende conversar com os familiares do instrutor para saber se ele poderia ter alguma rixa ou inimigo declarado

Da Redação Da Redação -
hom2
(Foto: Jonathan Cavalcante/Rádio São Francisco)

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis já trabalha para esclarecer morte de Hudrielson Lucas Ferreira de Araújo, de 30 anos.

O instrutor de autoescola dirigia um Fiat Punto, no bairro Maracanã, na região Central de Anápolis, quando foi surpreendido atingido por diversos tiros.

Ao jornalista Jonathan Cavalcante, da Rádio São Francisco, o delegado Cleiton Lobo adiantou que a Polícia Civil fará o levantamento de imagens e busca de testemunhas para identificar a autoria.

PublicidadePublicidade

“O autor veio para matar”, disse a autoridade policial, tendo em vista que as circunstâncias do crime não deixam dúvidas quanto a execução sumária da vítima.

O GIH já sabe o modelo do veículo usado pelos possíveis assassinos e quantos podem ter participado do homicídio.

Os policiais civis também pretendem conversar com os familiares do instrutor para saber se ele poderia ter alguma rixa ou inimigo declarado.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade