PublicidadePublicidade

Jovem encontrado morto em Anápolis teve ao menos 12 perfurações pelo corpo

Polícia Civil já sabe que ele tinha antecedentes pela Lei Maria da Penha e que já morou a 50 m da cena do crime

Da Redação Da Redação -

O Instituto Médico Legal (IML) já removeu o corpo de Edmilson Soares de Brito, de 26 anos, de um lote baldio do Jardim Esperança, bairro do extremo Sul de Anápolis.

Uma equipe do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) também esteve no local e, segundo o delegado Cleiton Lobo, não há dúvidas de que o jovem foi assassinado.

“Foi uma morte violenta. A perícia vai saber precisar a quantidade, mas provavelmente deve ter sido ao menos doze perfurações espalhadas pela cabeça, tórax e dorso”, disse por telefone à reportagem do Portal 6 na tarde desta segunda-feira (21).

PublicidadePublicidade

Conforme o investigador, o homicídio deve ter ocorrido durante a madrugada e não está descartado que a autoria seja mais de uma pessoa.

A Polícia Civil já sabe que ele tinha antecedentes pela Lei Maria da Penha e que já morou a 50 m da cena do crime.

“Nosso trabalho agora é apurar tudo e provar quem matou a vítima”, disse o delegado.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade