PublicidadePublicidade

Fuga de ladrão de carro velho em Anápolis é de ‘morrer de rir’

Vítima havia deixado veículo com chave na ignição e foi assim que a história começou

Da Redação Da Redação -

Uma rápida parada em casa quase acabou custando muito caro para um morador, de 58 anos, do bairro Batista, setor adjacente à Vila Góis, na região Central de Anápolis.

Isso porque, logo após o Natal, na manhã de sábado (26), ele deixou o carro destrancado e com a chave na ignição enquanto entrava para buscar algo no imóvel.

Porém, os cinco minutos de descuido foram mais que o suficiente para que um homem, de 31 anos, percebesse a “oportunidade” dando sopa na rua e realizasse o furto da Volkswagen Parati.

A vítima acionou a Polícia Militar (PM) assim que percebeu o ocorrido. Por sorte, os vizinhos conseguiram identificar algumas características do ladrão que, segundo eles, era careca, pardo e vestia uma calça tectel, junto de uma blusa cinza.

Municiados com as informações, equipes da PM se mobilizaram rapidamente para realizar uma busca na cidade, que acabou se consagrando como um sucesso.

Pouco tempo depois, o veículo foi encontrado estacionado na Avenida Sócrates Dinis, no bairro Calixtolândia, região Sudeste da cidade. O automóvel, porém, não estava sozinho.

Se afastando lentamente dele estava o suspeito com as exatas características da identificação prévia. Ao perceber a chegada dos policiais, ele disparou em fuga, pulando diversos muros de casas do bairro para tentar escapar.

Em um momento de raro “brilhantismo”, o autor teria furtado ainda roupas do varal de uma casa e se trocado, na tentativa de confundir a guarnição que o perseguia.

Entretanto, o intelecto do homem não foi capaz de superar o dos policiais, que simplesmente cercaram as saídas do bairro junto de reforços e o prenderam.

Ao descobrir que seria preso, o suspeito ainda reagiu e precisou ser contido pelos PM’s com o uso de força, além das tradicionais algemas.

Uma vez detido por completo, ele foi encaminhado, junto da vítima e do veículo furtado, para a Central de Flagrantes da Polícia Civil, para a continuação dos procedimentos legais.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade