PublicidadePublicidade

Formado em Anápolis, Maguito Vilela também era um excelente advogado

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -

Foi na antiga Faculdade de Direito de Anápolis (FADA), hoje UniEVANGÉLICA, que o prefeito licenciado de Goiânia Maguito Vilela, que faleceu nesta quarta-feira (13) em decorrência das consequências da Covid-19, se formou em 1974.

Classificado pela instituição como um aluno aplicado e exemplar, Maguito era inscrito da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e, de acordo com a entidade, “exerceu a advocacia com honra e dignidade, em alternância com os muitos e importantes cargos eletivos que ocupou”.

E foram muitos mesmo. Vereador em Jatai, deputado estadual, deputado federal constituinte, vice-governador, governador, senador da República, prefeito de Aparecida de Goiânia e agora, nestes próximos quatro anos, comandaria a capital.

PublicidadePublicidade

O reitor da UniEVANGÉLICA, Carlos Hassel Mendes, que foi titular da secretaria de Estado da Saúde no governo Maguito, destacou em nota que, como egresso do curso de Direito da então FADA, o prefeito licenciado de Goiânia sempre buscou manter um vínculo muito importante com a instituição e a cidade.

Para a OAB-Seção Goiás, que decretou luto oficial de três dias, Maguito, com seu exemplo de vida, sublevou a profissão a patamares muito altos.

“Deixa um legado de retidão com a coisa pública; de amor e de doação ao povo goiano e brasileiro; de respeito à democracia, à lei e ao Direito. Atributos que enchem de orgulho toda a advocacia e que motivam as mais justas homenagens. Suas inegáveis qualidades de profissional e homem público tornam ainda mais dolorosa sua partida”.

Nota da UniEVANGÉLICA

Em 1974, Luiz Alberto Maguito Vilela concluía sua Faculdade de Direito de Anápolis (FADA).

Para nós da UniEVANGÉLICA, é com profunda tristeza que recebemos a notícia de sua morte.

Com muita satisfação e honra, participamos da sua formação acadêmica e sentimos orgulho da sua trajetória política, que percorreu com muita dignidade.

Maguito Vilela foi vereador, deputado federal e estadual, governador e vice-governador, senador, prefeito de Aparecida de Goiânia e atualmente ocupava o cargo de prefeito licenciado da capital de Goiás.

Em nossos corações, permanecerão as lembranças de um ex-aluno e político exemplar. Externamos nosso sentimento à família enlutada, nas pessoas da esposa, Flávia e os filhos, Daniel, Wanessa, Maria, Miguel e Anna.

Que Deus conforte os nossos corações neste momento de perda irreparável. Esse é o sentimento de toda a UniEVANGÉLICA.

Nota da OAB

É com imenso pesar e a mais profunda tristeza que a Diretoria e o Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – seção Goiás (OAB-GO) comunica o falecimento do advogado Luiz Alberto Maguito Vilela, 71 anos, ocorrida às 4h10 desta quarta-feira, 13 de janeiro, em São Paulo, em decorrência de complicações da covid-19. A Ordem aguarda informações de horário e local de velório e sepultamento para que os advogados possam render as últimas homenagens ao ilustre colega.

Prefeito licenciado de Goiânia,eleito democraticamente pelo sufrágio universal nas eleições de novembro de 2020, Maguito Vilela estava regularmente inscrito na OAB-GO sob o registro 3106. Exerceu a advocacia com honra e dignidade, em alternância com os muitos e importantes cargos eletivos que ocupou. 

Com seu exemplo de vida, sublevou a profissão a patamares muito altos. Deixa um legado de retidão com a coisa pública; de amor e de doação ao povo goiano e brasileiro; de respeito à democracia, à lei e ao Direito. Atributos que enchem de orgulho toda a advocacia e que motivam as mais justas homenagens. Suas inegáveis qualidades de profissional e homem público tornam ainda mais dolorosa sua partida.

Sua folha de serviços prestados à sociedade é imensa. Natural de Jataí, no Sudoeste Goiano, Maguito Vilela foi vereador de sua cidade natal, deputado estadual, deputado federal constituinte, vice-governador e governador de Goiás; senador da República, vice-presidente do Banco do Brasil, vice-presidente da Confederação Brasileira do Futebol e prefeito de Aparecida de Goiânia. Durante toda sua trajetória não restaram nódoa ou suspeita a desabonar sua conduta de homem de bem. Humilde e dedicado ao trabalho, reencontrou-se com a advocacia antes do recente mandato conferido pela população de Goiânia. 

Maguito Vilela foi, como em toda sua vida, um bravo. Lutou duramente por 83 dias contra o mal dessa década, uma doença grave e traiçoeira que não pode ser negligenciada. Por quase três meses o seu martírio foi acompanhado com atenção, expectativa e muitas orações pelo povo de Goiás, que agora roga ao Altíssimo que o receba em seu reino, lhe dê o descanso eterno e o assento ao lado dos homens justos.

À esposa, Flávia Teles, aos filhos Vanessa, Maria, Miguel, Anna e Daniel e aos quatro netos, a OAB-GO, em nome de toda a advocacia do Brasil, externa os mais sinceros votos de pesar. Que Deus possa confortar o coração de cada um que ora sente a dor da partida de um homem que seguramente ocupará lugar de grande destaque nos livros da história de Goiás.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade