PublicidadePublicidade

Luana Piovani diz ter dificuldade de falar de sexo por abuso sofrido aos sete anos

Folhapress Folhapress -
PublicidadePublicidade

A atriz Luana Piovani, 44, afirmou ao programa da TV portuguesa Júlia que foi abusada sexualmente quando tinha sete anos de idade. De acordo com ela, o agressor foi um vizinho. Ela nunca havia comentado nada com a família. O caso aconteceu na cidade do interior paulista Jaboticabal.

“Fui molestada sexualmente. Tenho dificuldade de falar de sexo com os meus filhos [Dom, Bem e Liz], apesar de já ter iniciado por conta da minha lembrança. Sabemos que grande parte das crianças acaba sendo molestada por pessoas muito próximas da família. Foi isso que aconteceu comigo. Não era ninguém da minha família, mas era o meu vizinho”, relembrou ela.

Em seguida, disse que nunca soube exatamente o que havia acontecido. “Eu tinha uns sete anos e sabia que tinha alguma coisa errada porque isso nunca tinha acontecido comigo. Mas ao mesmo tempo, não tinha sido um assunto que eu tinha tido com os meus pais. Não sabia como chegar e dizer. Eu nem sabia exatamente o que tinha acontecido. Só tinha a sensação estranha”, contou a atriz.

PublicidadePublicidade

Piovani diz que o ocorrido não acarretou nenhum trauma e que foi por causa disso que nunca abriu o jogo com os pais. Eles só ficaram sabendo quando a atriz tocou no assunto em uma entrevista para Xuxa. Piovani fez terapia por muitos anos, mas não costumava falar de sexo nas consultas.

No ano de 2019, Luana já havia falado um pouco sobre esse tema, mas não tinha dado tantos detalhes. O papo sobre assédio foi feito em seu programa Luana é de Lua, que na época ia ao ar pelo canal E!.

Ela revelou a experiência. “Eu sofri o que eu chamo de abuso, porque eu fui tocada. Mas veja você, eu podia ter gritado, podia ter contado para a minha mãe, podia ter pedido socorro. Eu não me culpo, porque eu era muito pequena e não sabia o que estava acontecendo, mas eu sabia que não era uma coisa comum, eu lembro de ter essa consciência”, relatou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade