PublicidadePublicidade

Enel descobre que furto de energia em Goiás daria para abastecer Anápolis

Da Redação Da Redação -
PublicidadePublicidade

Localizadas no entorno do Distrito Federal (DF), Águas Lindas de Goiás, Formosa e Luziânia são as campeãs em registros de furtos de energia no estado. Essa descoberta ocorreu a partir de levantamentos da Enel Distribuição Goiás.

Somente em 2020, a companhia inspecionou 297 mil unidades consumidoras, entre residências, comércios e indústrias, com suspeitas de fraudes em todo o estado.

Destas, cerca de 66 mil apresentaram alguma irregularidade e foram regularizadas após inspeção da companhia. Em Goiás, a distribuidora estima que, anualmente, é furtado o equivalente a 131 Gigawatt-hora (GWh), energia suficiente para abastecer, por exemplo, todo o município de Anápolis por um ano.

PublicidadePublicidade

Essa prática é crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, e prejudica a população como um todo, lembra a diretora de Operações Comerciais da Enel Distribuição Goiás, Alessandra Kozlowski.

“As ligações irregulares sobrecarregam a rede elétrica e podem causar curtos-circuitos, ocasionando interrupções no fornecimento de energia inclusive para os clientes regulares da companhia”.

Em 2020, a Enel, em parceria com a Polícia Civil, realizou 13 ações de combate ao furto de energia em Goiás e cerca de 20 pessoas foram presas. Em 2021, apenas nos dois primeiros meses do ano foram efetuadas 14 operações, que desencadearam oito prisões, o que mostra uma tendência de crescimento do número de casos em relação ao ano passado.

“O nosso objetivo com esse trabalho de combate às perdas é garantir aos nossos clientes uma tarifa adequada e justa e contribuir para evolução da qualidade do fornecimento da energia distribuída”, afirma a diretora.

As denúncias de furto de energia são feitas sem a necessidade de identificação pelo site da companhia, aplicativo Enel Goiás ou 0800 062 01 96.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade