PublicidadePublicidade

Lockdown em Anápolis está lotado de ‘resenhas secretas’ e bêbados nas ruas, diz delegado

Avatar Rafaella Soares -

O decreto estadual que impôs lockdown de 14 dias em Goiás, incluindo em Anápolis, desde a última quarta-feira (17), não foi suficiente para frear aqueles que desejavam promover festas proibidas neste final de semana.

Durante fiscalizações realizadas nas madrugadas de sexta (19) e deste sábado (20), os policiais da Delegacia de Trânsito (DICT) encontraram pela cidade várias confraternizações sendo promovidas em residências.

“Nossos esforços estão direcionados contra essas festas domiciliares, que aumentam consideravelmente neste período em que bares e restaurantes estão fechados”, explicou o delegado Manoel Vanderic.

PublicidadePublicidade

De acordo com o delegado, a equipe não só está identificado esses ambientes de ‘resenha’, como também está registrando Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCO) para que os responsáveis sejam responsabilizados criminalmente.

“Num período em que os pais de família estão proibidos de trabalhar, no intuito de frear a pandemia, é inadmissível que algumas pessoas queiram festejar coletivamente. Tantas pessoas estão morrendo. Famílias estão sofrendo pela perda da vida, perda do trabalho, pelo endividamento. É inadmissível”, afirmou.

Embriaguez ao volante

Ao longo das duas madrugadas, 20 motoristas também foram flagrados dirigindo bêbados. Destes, 05 ultrapassaram a tolerância criminal e tiveram de ser presos.

(Foto: Divulgação)

Um dos condutores detidos tinha mais de 1,20 mg/l de álcool no organismo e confessou que havia ingerido mais de 15 latinhas de cerveja numa festa. O cooler com mais bebidas estava aberto ao lado dele.

“O número de prisões só não foi maior por causa dos protocolos de segurança para os policiais. As abordagens são mais espaçadas e só levamos um preso para delegacia quando o escrivão terminar com o outro”, contou o delegado.

“Cada procedimento dura cerca de duas horas e esse protocolo acaba impedindo as prisões, porque as ruas estavam lotadas de gente bebendo e dirigindo”, disse.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade