PublicidadePublicidade

Motorista de aplicativo toma providência séria após sofrer situação inaceitável durante o trabalho

Responsável por toda a confusão ainda tentou se fazer de desentendido para sair ileso

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

 

Durante um patrulhamento pela Avenida Presidente Kennedy, na altura do Jardim Alexandrina, região Norte de Anápolis, nesta quarta-feira (07), policiais militares foram chamados às pressas por uma mulher de 30 anos que trabalha como motorista por aplicativo.

Assustada, ela contou aos agentes que estava trabalhando e buzinou para um homem no trânsito, em uma Honda Biz. Ele se ofendeu com o gesto, aproximou a motocicleta do carro dela e sacou uma arma para ameaçá-la.

PublicidadePublicidade

Enquanto falava com a guarnição sobre o ocorrido, o mesmo homem passou por perto com uma mulher na garupa e a vítima apontou que aquele seria o responsável pela confusão.

Depois de ser alcançado pelos policiais, o suspeito, de 41 anos, já estava sozinho e negou tudo. Porém, o olhar atento da guarnição foi suficiente para perceber que uma moça se escondia na esquina na rua.

Ela era a esposa do motociclista e foi deixada no local, escondida com uma pistola 9mm na cintura, enquanto ele tentava se livrar da situação.

Todos tiveram de ser encaminhados à Central de Flagrantes e o homem está à disposição da Justiça para responder pelos crimes de ameaça e porte irregular de arma de fogo.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade